Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 03 de Outubro – Allan Kardec!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 03 de Outubro – Allan Kardec!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 3 de outubro de 1804 nascia, em Lyon, na França, Hippolyte Léon Denizard Rivail, mais conhecido como Allan Kardec, educador, escritor e tradutor francês que ficou famoso pela Doutrina Espírita. O pseudônimo “Allan Kardec”, segundo biografias, foi adotado por Rivail para diferenciar a Codificação Espírita dos seus trabalhos pedagógicos anteriores.

Segundo algumas fontes, o pseudônimo foi escolhido, pois um espírito revelou-lhe que haviam vivido juntos entre os druídas, na Gália, e que então o Codificador se chamava “Allan Kardec”. Desde cedo, Kardec manifestou interesse no estudo das ciências e da filosofia. Era profundo conhecedor da língua alemã, inglesa, holandesa e dominava perfeitamente o italiano e o espanhol.Após 1834, passou a lecionar, publicando diversas obras sobre educação e tornou-se membro da Real Academia de Ciências Naturais. Como pedagogo, o jovem Rivail dedicou-se à luta para uma maior democratização do ensino público.

A partir de 1855 é que ele passou a se interessar pelo fenômeno das “mesas girantes”, bastante difundido à época, e também tomou conhecimento do fenômeno da escrita mediúnica, quando começou a se comunicar com os espíritos. Convencido de que o movimento e as respostas complexas das mesas deviam-se à intervenção de espíritos, Kardec dedicou-se à estruturação de uma proposta de compreensão da realidade baseada na necessidade de integração entre os conhecimentos científico, filosófico e moral. Em 1857, ele lançou “O Livro dos Espíritos”, considerado marco de fundação do Espiritismo. No ano seguinte, publicou a Revista Espírita e também fundou a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas. No últimos anos de sua vida, Kardec seguiu divulgando o Espiritismo. Ele morreu em Paris, no dia 31 de março de 1869, aos 64 anos de idade, por conta de um aneurisma.

Allan Kardec, pseudónimo de Hippolyte Leon Denizard Rivail, (1804 – 1869) foi o codificador do Espiritismo. Nasceu a 3 de outubro de 1804 em Lyon (França).

Tornou-se educador e entusiasta do ensino, tendo sido várias vezes convidado por Pestalozzi para assumir a direção da escola, na sua ausência. Durante 30 anos (de 1824 a 1854), dedicou-se inteiramente ao ensino e foi autor de várias obras didáticas, que em muito contribuíram para o progresso de educação, naquela época.

Em 1855, o prof. Rivail depara, pela primeira vez, com o fenômeno das mesas que giravam, saltavam e corriam, em condições tais que não deixavam lugar para qualquer dúvida. Passa então a observar estes fenômenos; pesquisa-os cuidadosamente, graças ao seu espírito de investigação, que sempre lhe fora peculiar, não elabora qualquer teoria pré-concebida, mas insiste na descoberta das causas. Aplica a estes fenômenos o método experimental com o qual já estava familiarizado na função de educador; e, partindo dos efeitos, remonta às causas e reconhece a autenticidade daqueles fenômenos. Convenceu-se da existência dos espíritos e de sua comunicação com os homens.

Grande transformação se opera na vida do prof. Rivail: convencido de sua condição de espírito encarnado, adota um nome já usado em existência anterior, no tempo dos druidas: Allan Kardec.

De 1855 a 1869, consagrou sua existência ao Espiritismo; sob a assistência dos Espíritos Superiores, representados pelo Espírito da Verdade, estabelece as bases da Codificação Espírita, em seu tríplice aspecto: Filosófico, Científico e Religioso.

Além das obras básicas da Codificação(Pentateuco Kardequiano), contribuiu com outros livros básicos de iniciação doutrinária, como: O que é o Espiritismo, O Espiritismo na sua mais simples expressão, Instruções práticas sobre as manifestações espíritas e Obras Póstumas.

A estas obras junta-se a Revista Espírita, “jornal” de estudos psicológicos, lançado a 1º de janeiro de 1858 e que esteve sob sua direção por 12 anos.

É também de sua iniciativa a fundação da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, em 1º de abril de 1858 – primeira instituição regularmente constituída com o objetivo de promover estudos que favorecessem o progresso do Espiritismo.

Assim surgiu o Espiritismo: com a ação dos Espíritos Superiores, apoiados na maturidade moral e cultural de Allan Kardec, no papel de codificador.

Com a máxima “Fora da caridade não há salvação”, procura ressaltar a igualdade entre os homens, perante Deus, a tolerância, a liberdade de consciência e a benevolência mútua.

E a este princípio cabe juntar outro: “Fé inabalável é aquela que pode encarar a razão face à face, em todas as épocas da humanidade”. Esclarece Allan Kardec:
“A fé raciocinada que se apóia nos fatos e na lógica, não deixa qualquer obscuridade: crê-se, porque se tem certeza e só se está certo, quando se compreendeu”.

Denominado “o bom senso encarnado” pelo célebre astrônomo Camille Flammarion, Allan Kardec desencarnou aos 65 anos, a 31 de março de 1869.

Em seu túmulo, no cemitério de Père Lachaise (Paris), uma inscrição sintetiza a concepção evolucionista da Doutrina Espírita: “Nascer, Morrer, Renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei”.

Fonte: União das Sociedades Espíritas de São Paulo

Confiram o documentario sobre Allan Kardec:

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1589 – Chegam ao Rio de Janeiro os primeiros monges beneditinos.
1792 – Colocada a pedra fundamental na Casa Branca, em Washington, sede oficial do presidente dos Estados Unidos.
1803 – Morre Samuel Adams, um dos principais autores da independência dos Estados Unidos.
1872 – O congresso argentino aprova a criação da Escola Naval militar.
1930 – A Revolução de 1930 começa no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Pernambuco e Paraíba, liderada por Getúlio Vargas, da Aliança Liberal, o partido de oposição.
1932 – Declarada a independência do Iraque.
1942 – Lançado com êxito o foguete V-2, arma mortífera e secreta de Hitler e antecedente a tecnologia espacial.
1950 – Getúlio Vargas é eleito presidente do Brasil depois de passar cinco anos longe do poder.
1955 – Juscelino Kubitscheck vence as eleições presidenciais com 36% do total de votos.
1959 – O rinoceronte Cacareco, do Zoológico de São Paulo, recebeu 90 mil votos na eleição para vereador.
1960 – Jânio Quadros é eleito presidente da República com 48% dos votos.
1962 – O astronauta norte-americano Walter Schirra dá seis voltas na Terra em nove horas e 14 minutos, na cápsula espacial Sigma 7.
1968 – O estudante de Direito José Guimarães de 20 anos é morto durante conflito entre alunos da Faculdade Mackenzie e de Filosofia da USP.
1988 – Aterrisa de forma perfeita a nave espacial norte-americana Discovery, na base aérea de Edwards. É a primeira missão da NASA com êxito, após o acidente fatal com a nave Challenger, em 1986.
1989 – Garimpeiros brasileiros entram em choque com venezuelanos por causa da exploração de ouro em Roraima. Vinte pessoas ficam feridas.
1989 – O general Noriega controla novo golpe no Panamá, com sete horas de rebelião militar. No total, foram dez mortos e 26 feridos.
1990 – Um milhão de alemães festejam em Berlim a unificação do país. Passa a ser comemorado anualmente como “Dia da Unidade”.
1991 – A escritora sul-africana Nadine Gordimer obtém o Prêmio Nobel de Literatura.
1994 – Fernando Henrique Cardoso vence as eleições gerais no Brasil, com 54,3% dos votos.
1995 – O.J. Simpson, ex-jogador de futebol americano, é absolvido da acusação de assassinato de sua esposa, Nicole Brown Simpson e Ronald Goldman, um amigo dela.
1996 – A Iugoslávia e a Bósnia-Herzegovina definem relações diplomáticas, em acordo firmado em Paris.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *