Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 29 de Outubro – Getúlio Vargas!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 29 de Outubro – Getúlio Vargas!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 29 de outubro de 1945 quando Getúlio Vargas sem mais condições políticas de seguir como presidente, renunciou ao seu posto na presidencia do Brasil. O momento político internacional, com a queda dos governos autoritários na Europa, após o fim da Segunda Guerra, indicava que o Estado Novo estava chegando ao fim. Nas ruas, estudantes pediam liberdade e democracia; no Exército armava-se um golpe.

Apesar de ter apoio dos seus eleitores, Vargas, sem opção, encerrou seus 15 anos de governo. A gota d´água aconteceu após a nomeação de Benjamin Vargas, irmão do presidente, como Chefe de Polícia, dias após adiar as eleições presidenciais, marcadas para 2 de dezembro. Um dia após sua renúncia, o cargo foi ocupado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, José Linhares, que estabeleceu novamente para o dia 2 de dezembro o pleito que elegeria Eurico Gaspar Dutra. Mesmo fora do governo, Vargas seguiu na vida política, com apoio a Dutra. Cinco anos mais tarde, voltou a se candidatar à presidente e acabou eleito democraticamente. Permaneceu no posto até o dia 24 de agosto de 1954, quando cometeu suicídio.

Getúlio Vargas (1883-1954) foi presidente do Brasil. Criou inúmeras leis trabalhistas, entre elas, o salário mínimo e as férias remuneradas. Assumiu o poder no dia 3 de novembro de 1930, como líder da Revolução que derrubou o presidente Washington Luís e mudou os rumos da história do país. Começou a “Era Vargas”. Levado ao poder por uma junta militar, Getúlio assumiu o governo provisório, que se estendeu até julho de 1934, quando finalmente foi eleito presidente pela Assembléia Constituinte. Getúlio concentrou em seu poder todas as decisões do país. Em novembro de 1937 estava instituída uma ditadura no Brasil, que durou até 29 de outubro de 1945 quando Getúlio foi deposto pelos militares.

Em 1951 Getúlio volta à presidência da República, desta vez pelo voto popular. Era a “Nova Era Vargas”. Consolida-se o populismo, volta a amparar os trabalhadores assalariados e defender as riquezas nacionais. Autoriza o aumento de 100% do salário mínimo, provocando revolta entre os patrões. Critica a remessa do lucro das empresas estrangeiras para fora do país. Sua política era questionada pelas empresas instaladas no Brasil.

Diante da ameaça que Getúlio representava para o capital internacional, a oposição começou a se articular. O principal partido de oposição a UND (União Democrática Nacional), liderada por Carlos Lacerda e que havia perdido as eleições, tornou-se o principal instrumento de contestação ao Governo. No dia 5 de agosto de 1954 Carlos Lacerda sofreu um atentado e o resultado foi a morte do major Rubens Vaz. As investigações provaram que o arquiteto do plano foi Gregório Fortunato, o fiel guarda pessoal de Getúlio.

As pressões aumentaram, manifestações militares exigiam a renúncia de Vargas. No dia 24 de agosto, Getúlio recebe um ultimato do ministro da guerra, exigindo seu afastamento. Isolado no Palácio do Catete, Getúlio redige o testamento e suicida-se com um tiro no coração.

Getúlio Vargas (1883-1954) nasceu no dia 19 de abril em São Borja, Rio Grande do Sul. Ingressa no 6º Batalhão de Infantaria em São Borja, sendo logo promovido a Sargento. Matricula-se na Escola Preparatória e de Táticas do Rio Pardo, Rio Grande do Sul. Participa da Guerra entre Brasil e Bolívia. Em 1904 ingressa na Faculdade de Direito de Porto Alegre. Depois de formado volta para São Borja, onde exerce a advogacia.

Inicia-se na política em 1909 como deputado estadual pelo Partido Republicano do Rio Grande do Sul (PRR). Reelege-se em 1913 e em 1922. Ocupa uma cadeira na Câmara federal. É o Ministro da Fazenda do governo Washington Luís. Em 1928 elege-se para o governo de seu estado.

Candidato pela Aliança Liberal à Presidência da República, é derrotado. Comanda a Revolução de 1930, que derruba Washington Luís. Governou o país nos 15 anos seguintes. Na Presidência adota uma política nacionalista, moderniza a economia e cria o Ministério do Trabalho. Em 1937, instala a ditadura do Estado Novo, com forte repressão política. Em 1945, é derrubado pelos militares. Contribui para a formação do Partido Social Democrático (PSD) e do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e torna-se senador.

Em 1950 elege-se presidente pelo PTB. É combatido pela oposição conservadora de civis e militares. O envolvimento do chefe de sua guarda no atentado contra Carlos Lacerda leva as Forças Armadas a exigir sua renúncia.

Suicida-se com um tiro no peito na madrugada de 24 de agosto de 1954, dentro do Palácio do Catete, no Rio de Janeiro.

Saiba mais sobre ele no documentário Abaixo:

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1517 – Martinho Lutero prega suas 95 teses na porta do Palácio de Wittenberg, marcando o começo da Reforma Protestante na Alemanha.
1714 – Jorge I da Inglaterra é coroado rei da Grã-Bretanha e da Irlanda.
1790 – Surge o Periódico de Havana, primeiro jornal literário-econômico publicado na capital cubana.
1794 – O físico e químico inglês John Dalton descobre o daltonismo, anomalia ótica que impede a pessoa de distinguir certas cores, principalmente o vermelho e o verde.
1943 – Em Londres, diante do prédio da Aliança Francesa, o general De Gaulle homenageia os escritores franceses resistentes.
1952 – A primeira bomba de hidrogênio é detonada pelos Estados Unidos nas ilhas Marshall, no atol Eniwetok, região do Pacífico.
1954 – A Frente para a Libertação Nacional da Argélia começa a revolução contra a dominação francesa. A independência só seria conquistada em 1962.
1968 – O presidente norte-americano Lyndon Johnson anuncia um completo cessar-fogo de bombardeios contra o Vietnã do Norte.
1972 – Polícia paulista desvenda ramo brasileiro da máfia italiana e prende o chefe Tomaso Buscetta.
1974 – Grã-Bretanha, França e Estados Unidos vetam uma moção das Nações Unidas de expulsar a África do Sul.
1978 – Aprovada a nova constituição espanhola.
1979 – O jornalista Fernando Gabeira lança o livro O que é isso, companheiro?, que se tornou filme e concorreu ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.
1982 – João Paulo II é o primeiro papa a visitar a Espanha. Ele condena o divórcio, o aborto e os métodos contraceptivos artificiais.
1984 – A primeira-ministra indiana Indira Gandhi é morta a tiros por membros de sua guarda de segurança enquanto andava no jardim de sua casa.
1985 – Manifestantes judeus impedem a estréia de uma peça de Rainer Werner Fassbinder no Teatro Municipal de Frankfurt. A peça enfocava a especulação imobiliária na cidade nas décadas de 60 e 70. Os manifestantes acusavam Fassbinder de tendências antisemitas por ter incluído na peça especuladores judeus.
1987 – Nélson Piquet conquista o tri-campeonato mundial de Fórmula-1.
1988 – A Câmara Federal de Buenos Aires condena a 12 anos de prisão os militares que dirigiram a Guerra das Malvinas.
1988 – Paul McCartney torna-se o primeiro músico ocidental a lançar um álbum exclusivamente na União Soviética.
1988 – O Iraque anuncia que não vai mais permitir inspeções de sua indústria bélica pelas Nações Unidas.
1992 – João Paulo II reconhece que a condenação de Galileu foi injusta.
1993 – Morre Federico Fellini, cineasta italiano.
1996 – Um Fokker 100 da TAM cai logo após decolar do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, destruindo casas e matando 99 pessoas.
1998 – O finlandês Mika Hakkinen conquista o Campeonato Mundial de Fórmula 1 depois de vencer o GP do Japão.
1998 – Inicia a ajuda humanitária a Honduras, o país mais afetado pela passagem do furacão Mitch na América Central, que causou a morte de milhares de pessoas.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

2 comentários sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 29 de Outubro – Getúlio Vargas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *