Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 29 de Abril –  A Tragédia de Haysel

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 29 de Abril – A Tragédia de Haysel

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 29 de Abril de 1985, quando torcedores “hooligans” do time de futebol inglês Liverpool são condenados pela grande tragédia, com vítimas fatais, ocorrida no estádio de futebol belga do Heysel (Ou Haysel) no mesmo dia, durante uma partida da Liga dos Campeões da Europa, entre o Juventus e o Liverpool.

A possibilidade de confrontos entre os torcedores ingleses e italianos foi, desde o início, ponderada pelas autoridades belgas, que anunciaram uma série de medidas que tomariam para manter a paz no estágio: proibição da venda de álcool em estabelecimentos próximos do estádio; revista a todos os espectadores antes de entrarem no estádio; e um total de 1500 policiais para compôr o time de segurança. Todavia, a maior parte dos bares continuou a trabalhar normalmente e a servir os “hooligans” de ambas as equipes.

Os distúrbios começaram fora do estádio, com ingleses e italianos trocando ameaças e provocações. Uma joalheria foi roubada, lesada em 150 mil euros (em valores atuais). Por volta das 18 horas, uma grande parte dos espectadores já se encontrava dentro do estádio do Heysel. Contrariamente ao previsto pela polícia, o lado norte do estádio estava partilhado por adeptos das duas formações, separados apenas por uma pequena barreira e alguns polícias.

Meia hora mais tarde, os britânicos lançaram o primeiro “ataque” e os distúrbios começaram a ganhar proporções incontroláveis. As grades que separavam as bancadas cederam à pressão humana e deram lugar à tragédia. Dezenas de espectadores italianos foram espancados por hooligans ingleses, que usaram barras de ferro para bater nos rivais. Com a pressão dos espectadores em pânico, o muro caiu, arrastando na queda mais algumas dezenas de pessoas.

A expectativa em relação ao jogo era grande e a UEFA decidiu pela realização do mesmo. O balanço final da tragédia apontou 38 mortos e aproximadamente 600 feridos. A polícia não efetuou nenhuma detenção na hora.

Os hooligans do Liverpool foram responsabilizados pelo incidente, o que resultou na proibição das equipes de futebol britânicas de participarem em competições europeias por um período de cinco anos. As reações do povo inglês foram todas no sentido da reprovação e incredulidade pelos atos violentos dos torcedores do Liverpool, o que levou a própria rainha Elizabeth II a condenar publicamente o comportamento dos hooligans e a apoiar a suspensão das equipes inglesas. O jogo em si ficou em segundo plano mas acabou com a nada comemorada vitória da Juventus por 1×0. Gol de penalti de Michel Platini, o grande astro do clube italiano.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1624 – Cardeal Richelieu transforma-se em Primeiro Ministro de Luís XIII, da França
1945 – Eva Braun Casa-se com Adolf Hitler;
1955 – A Universidade da Califórnia anuncia a descoberta de um novo elemento químico, de número 101, o mendelévio.
1961 – Fidel Castro recebe prêmio Lenin da Paz de 1960.
1966 – Porta-voz oficial do governo dos EUA informa que a força militar americana no Vietnam totalizava 225.000 homens.
1969 – O ministro do Trabalho, Jarbas Passarinho, anuncia a criação de novos níveis para o salário-mínimo e a instituição da Previdência Social Rural.
1976 – Brasil assina acordo de cooperação tecnológica com o Ministério da Tecnologia e Indústria da França para pesquisas com energia solar.
1980 – Abdicação da rainha Juliana, dos Países Baixos.
1982 – A Conferência da ONU sobre a Lei do Mar aprova a versão final de um tratado para utilização dos mares e seus recursos naturais.
1983 – Argentinos embarcam para as Malvinas, a fim de reverenciar parentes mortos na guerra em 1982.
1984 – Assassinado o ministro colombiano Rodrigo Lara Bonilla.
1993 – A tenista iugoslava Monica Seles, primeira do ranking mundial, é apunhalada por um um espectador enquanto descansava no banco.
1997 – A Câmara dos Deputados aprova a lei Hélio Bicudo, que transfere para a justiça comum o julgamento de crimes cometidos por policiais militares.
2002 – O governo dos EUA inclui o Brasil na lista negra de 16 países tidos como os mais permissivos em relação à pirataria.
2004 – ONU autoriza envio de força de paz ao Haiti, formada por 6.700 soldados e 1.625 policiais civis.
2009 – STF REVOGA LEI DE IMPRENSA CRIADA NA DITADURA MILITAR BRASILEIRA (1964-85).

Fonte:

Opera-Mundi

Barsa Saber

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

2 comentários sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 29 de Abril – A Tragédia de Haysel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *