Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 27 de Janeiro – Apresentação da TV ao mundo!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 27 de Janeiro – Apresentação da TV ao mundo!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 27 de Janeiro de 1926 onde John Logie Baird, um inventor escocês, mostra, pela primeira, vez uma máquina que transmite imagens chamada “televisor”.

John Logie Baird, um inventor escocês, mostra, pela primeira, vez uma máquina que transmite imagens chamada “televisor”. A invenção de Baird utilizou discos mecânicos rotativos para converter imagens em impulsos electrónicos.

Esta informação era transmitida por cabo para um ecrã onde era apresentada com uma resolução de luz muito baixa. O primeiro programa de televisão de Baird mostrava as cabeças de dois ventríloquos, que ele próprio operava perante o aparelho da câmara, fora da vista do público.

O princípio da transmissão de imagens através de corrente eléctrica existia desde 1875, porém, foi Baird o primeiro a realizar progressos tecnológicos práticos na tecnologia da televisão.

Em 1928 realizou a primeira transmissão oceânica, de Londres para Nova Iorque e nesse mesmo ano mostrou a primeira televisão a cores. As suas primeiras emissões nunca chegaram a mais de 100 televisores, mas foi o responsável pela revolução na comunicação e no entretenimento.

Atualmente, é difícil acreditar que a televisão era um artigo de luxo e que a imagem não passava de alguns chuviscos difíceis de decifrar. Mas, tempo passou e, assim como outros de meios de comunicação, a televisão se popularizou, a tecnologia evoluiu, o preço diminuiu e ela  conquistou a preferência de todo o mundo.   Assim como várias invenções brilhantes, a televisão contou com o trabalho de vários pesquisadores ao longo de anos até estar pronta para transmitir seus sinais aos telespectadores. As primeiras transmissões experimentais foram feitas em meados da década de 1920.   Experimentos realizados em 1926 na Inglaterra, Japão e nos EUA em 1927 marcam o início das transmissões de imagens e sons.   Como a televisão foi desenvolvida por várias pessoas, em diferentes lugares do mundo, não há um consenso acerca da primeira transmissão oficial, mas o que se sabe é que a empresa AT&T foi uma das pioneiras ao realizar uma transmissão na cidade de New York, mas na época (1927), somente algumas pessoas tiveram acesso à transmissão.   Já na década de 1920, as primeiras celebridades começaram a surgir e a fazer muito sucesso. O Gato Félix é considerado o primeiro personagem a ter sua imagem veiculada na TV em 1928.

Ele era utilizado para a regulagem dos aparelhos transmissores, já que era em preto e branco, naquela época as cores perfeitas para o ajuste dos equipamentos recém inventados. O desenho do gato foi feito em papel e transmitido ao longo de duas horas por dia e as imagens recebidas eram de apenas dois centímetros de altura.

Nunca mais parou   As imagens transmitidas nos anos 20 eram de baixíssima resolução, tendo em vista que eram de aproximadamente 60 linhas. Hoje, as televisões analógicas têm resolução de aproximadamente 480 linhas. Mas depois da primeira transmissão nos anos 20, os avanços tecnológicos nunca mais pararam e a evolução das TVs também não.

A década de 1930 serviu para a lapidação da televisão. Eventos como a Segunda Guerra Mundial, de certa maneira, ajudaram a alavancar o desenvolvimento dos aparelhos e tecnologias de transmissão, pois as pesquisas realizadas na época foram intensas. Grandes emissoras também já haviam surgido na década de 30. Canais como a BBC, CBS e CGT abriam as portas para a transmissão de programas e eventos esportivos.

Os aparelhos de TV já começavam a ser produzidos em larga escala, mas eram poucas as pessoas que tinham acesso a ele, tendo em vista que o rádio ainda era o meio de comunicação predominante e os preços ainda eram proibitivos.  Nos anos 30, as telas do televisor dificilmente ultrapassavam as cinco polegadas, desta forma era difícil assistir a alguma coisa.

Muito tamanho e pouca imagem nas TVs dos anos 30   A partir desta década, a resolução das imagens melhorou consideravelmente, passando das 60 linhas para até 405. A Europa e EUA estavam na dianteira da tecnologia e, já no ano de 1936, a coroação do rei Jorge VI é considerada a primeira transmissão ao vivo da história da televisão e assistida por mais de cinquenta mil pessoas em Londres, na Inglaterra.

O tamanho diminuiu e a tela aumentou

O Boom   Historicamente, o boom da televisão foi nos anos de 1950. Os eletrodomésticos invadiram os lares dos estadunidenses e ídolos como Elvis Presley davam fôlego ao American Way of Life. Antes disso, em 1940, foi realizada a primeira transmissão em cores que se tem notícia e as transmissões esportivas e os primeiros telejornais começaram a ganhar destaque.

Ainda na década de 50, milhares de pessoas já tinham acesso à TV nos EUA, Europa e Ásia e, para alegria dos brasileiros, ela desembarcou por aqui com a ajuda do empresário Assis Chateaubriand.

A TV já fazia parte da família e da mobília   Tupi or not tupi?

A rede Tupi, criada em 1950, foi a primeira emissora de televisão do Brasil e reinou absoluta ao longo de muitos anos. Para fazer sua ideia decolar, Chateaubriand trouxe dos EUA 200 aparelhos de TV e os espalhou pela cidade, onde quem passava pela rua era “hipnotizado” pelas imagens e sons do mais novo invento a desembarcar em terras tupiniquins.     A explosão da televisão no Brasil pode ser observada seis anos após sua chegada. No ano de 1956 o país já possuía o expressivo número de 1,5 milhão de aparelhos.

A invenção do controle remoto no início dos anos 50 impulsionou a compra de televisores no mundo inteiro e também, revolucionou a forma com que se assistia à televisão.   As emissoras agora tinham um forte concorrente, o botão da emissora rival a poucos centímetros de distância, desta forma precisavam ter uma programação diversificada e de alta qualidade para atrair telespectadores e, claro, anunciantes.

Ao vivo e a cores   Mesmo com os rumores de transmissões coloridas desde os anos de 1940, somente em 1950 e 60 é que a TV em cores se popularizou no EUA e Europa. No Brasil, no ano de 1963, foi feita uma transmissão experimental em cores, mas somente nos anos 70 elas chegaram oficialmente à casa de alguns brasileiros. Transmissões ao vivo já eram comuns, mas coloridas somente em 1972, com a transmissão de uma festa típica da cidade de Porto Alegre pela TV Difusora.

No final dos anos 70 a televisão em cores já começa a se popularizar no Brasil. Já nesta década, o mundo pode ver o Brasil ser Tri-campeão da Copa do Mundo, o fim da Guerra do Vietnã, o fim dos Beatles, os desenhos Speed Racer e Pica-pau e se sentir como nunca interligado com o mundo por meio do mais poderoso veículo de comunicação até o momento.   A queridinha do Brasil   Depois de ficar colorida e com melhor resolução, a partir dos anos 70 e 80 a televisão apenas passou por uma fase de aprimoramento, tendo em vista que novas emissoras surgiram e mais satélites para a transmissão foram lançados. Porém, até hoje, utilizamos praticamente o mesmo modelo de transmissão criado nos anos de 1920: o analógico.

Novos aparelhos foram surgindo ano a ano e os modelos com som estéreo já estavam disponíveis desde o fim dos anos 80. Depois disso, o investimento em telas com cada vez maior resolução virou a “bola da vez” e as TVs de tela plana, plasma e LCD chegaram ao mercado já no fim dos anos 90.    O fato é que grandes artistas, eventos, acontecimentos e a própria história da humanidade foi transmitida e assistida pela televisão. Do preto e branco ao Full HD, a televisão não para de se reinventar e lançar tendências.   Confira no vídeo a seguir um resumo da transformação da televisão ao longo destes 90 anos.

Quem vê as fotografias dos televisores com 5 polegadas, acha engraçado que hoje temos a oportunidade de assistir em telas de mais de 50 polegadas. Além do tamanho das telas, o que está mudando é a forma e a qualidade com que podemos assistir à televisão. A transmissão digital marca a nova era dos meios de comunicação e integra o computador e sua interatividade com a televisão e seu poder de alcance.   Nem todos sabem, mas a televisão digital já era estudada e aprimorada desde os anos de 1970, no Japão. O formato HDTV, que foi adotado na transmissão da TV aberta no Brasil a partir de 2006 é o modelo japonês. Contudo, a TV por assinatura já havia adotado o formato digital desde o ano de 1998, mas a interatividade prometida ainda não havia chegado.

O que muda com a TV Digital?

A TV Digital, implantada há pouco tempo, difere em vários aspectos da analógica, utilizada desde 1920. A principal diferença está na qualidade da imagem, som e interatividade. Por ser transmitida via satélite, as ondas que seu televisor recebe dificilmente sofrem interferências, desta forma os famosos chuviscos e “fantasmas” viraram coisa do passado. Além de melhorar a transmissão, a TV Digital permite que a imagem transmitida tenha muito mais definição, já que é possível ter mais de 1080 linhas de resolução.   O som também acompanha a melhoria das imagens, pois há mais canais de áudio que acompanham a transmissão das imagens.   Além disso, a prometida interatividade, que ainda não chegou por completo ao Brasil, faz parte das novidades oferecidas pela TV Digital. Para acompanhar a chegada do novo formato de TV, os aparelhos precisam estar à altura da tecnologia de transmissão.   Por isso, a cada dia novidades impressionantes surgem no mercado, como as televisões Full HD, com mais de 100 polegadas, como o modelo TH-103PZ600U da Panasonic, telões e muito mais, sem contar os Home Theater que transformam qualquer transmissão num espetáculo.    Confira no vídeo a seguir, a evolução dos aparelhos de televisão e veja como a humanidade avançou, mesmo sentada na poltrona.

É inegável a influência da televisão na história do século XX e XXI. É estranho saber que um pequeno aparelho, conseguiu ser tão importante na vida de um país como o Brasil e de um planeta com mais de seis bilhões de pessoas. Há quem diga que a televisão é uma arma ideológica, que se presta como mais um instrumento de alienação. Isso pode até ser verdade, mas também é indiscutível sua importância no desenvolvimento da sociedade e compartilhamento de informações.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1756 – Nasce em Salzburg, na Áustria, o músico Wolfgang Amadeus Mozart.

1763 – Com o desenvolvimento econômico do Brasil, Portugal cria um novo sistema administrativo para sua colônia, elevando a nação a Vice-Reinado.

1794 – A frota espanhola do general Aristizábal toma dos franceses a praça do Forte Delfim, na ilha de Santo Domingo.

1785 – Nasce F.W. Joseph Schilling, filósofo alemão.

1906 – Tratado entre Inglaterra e França que estabelece a divisão do arquipélago das Novas Hébridas.

1915 – Primeira Guerra Mundial: Primeiro bombardeio aéreo massivo registrado pela história, realizado por aviões franceses contra as fábricas alemãs de explosivos.

1923 – Primeiro Congresso do Partido nacional-socialista da Alemanha, em Munique.

1934 – Nasce Federico Mayor Zaragoza, diretor geral da Unesco.

1934 – Pacto em que Alemanha e Polônia se obrigam mutuamente a renunciar a todo ato de agressão durante 10 anos.

1943 – Segunda Guerra Mundial: começam os bombardeios aéreos sistemáticos dos aliados contra o Reich.

1945 – Tropas soviéticas liberam os campos de concentração nazistas Auschwitz e Birkenau na Polônia. 1,5 milhão de pessoas foram exterminadas no campo, incluindo mais de 1 milhão de judeus.

1964 – A França estabelece relações diplomáticas com a República Popular da China.

1967 – Morrem os astronautas norte-americanos Grisson, White e Chafee, ao incendiar a cápsula da nave espacial Apolo.

1967 – URSS, Estados Unidos e Grã Bretanha firmam acordo em Moscou sobre o uso pacífico do espaço.

1968 – A banda Bee Gees faz seu primeiro show nos Estados Unidos.

1973 – Vietnã do Norte e Estados Unidos firmam em Paris um tratado para o fim da guerra do Vietnã.

1977 – O Vaticano reafirma a proibição pela Igreja Católica de que mulheres se tornassem padres.

1978 – O político e escritor africano Leopold Sedar Senghor é reeleito presidente de Senegal.

1981 – O presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan recebe na Casa Branca os 52 norte-americanos que foram mantidos como reféns no Irã. Eles foram libertados no mesmo dia que Reagan assumiu a presidência do país.

1984 – Durante filmagens para um comercial da Pepsi-Cola, o cantor Michael Jackson sofre um acidente e seu cabelo pega fogo. Michael foi hospitalizado por vários dias e recebeu mensagens de apoio de seus fãs do mundo inteiro.

1987 – A Comunidade da Europa e Estados Unidos chegam a um acordo que evita a guerra comercial.

1985 – A Coca-Cola anuncia que vai começar a vender seus refrigerantes na União Soviética. A Pepsi-Cola já atuava no mercado soviético há 12 anos.

1989 – O foguete europeu Ariane, lançado da base francesa de Kuru, na Guiana, põe em órbita com êxito o satélite de comunicações Intelsat V F-15, com serviços de TV e telefonia.

1992 – Começa o julgamento que condenou o pugilista americano Mike Tyson à prisão pelo estupro de Desireè Washington, Miss América Negra.

1996 – O coronel Ibrahim Barre Mainasara derrota o primeiro presidente da Nigéria, Mahaman Usman, em um golpe de Estado que causa a morte de cinco militares e a suspensão dos partidos políticos.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *