Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 26 de Junho – A primeira escova de dentes!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 26 de Junho – A primeira escova de dentes!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 26 de junho de 1498 quando a higiene bucal tem muito a agradecer a um imperador da China, responsável pela “patente” da escova de dentes, no dia 26 de junho de 1498. Muito distante dos aparelhos elétricos usados hoje em dia, a primeira escova de dentes era um conjunto de tufos de pelo de porco ligados a uma peça de osso ou de bambu. Provavelmente, a primeira escova de dente foi inventada na China, durante a Dinastia Tang, com o uso de cerdas de porco. Em 1223, um professor zen japonês, Dogen Kigen, registrou ter visto monges chineses limpando seus dentes com escovas feitas de pelos de cavalo unidos a um osso de boi. Mais de dois séculos depois, em 1498, o imperador Hongzhi, da dinastia Ming patenteou a escova de dentes. Foi um importante avanço para a saúde bucal, já que as duras e espessas cerdas do porco, presas a um pedaço de osso ou bambu, ajudaram a fazer a limpeza da parte de trás da boca. Ou seja, graças a um punhado de cerdas, a um imperador criativo, os dentes bonitos deixaram de ser um artigo de luxo.

No ano de 2003, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, publicou uma pesquisa onde questionava sobre o invento mais importante já desenvolvido. Em um primeiro momento, muitos suspeitariam que a roda, os modernos aparelhos de comunicação ou qualquer outra parafernália moderna ganharia o lugar sem maiores problemas. Entretanto, para surpresa geral, a maioria apontou a escova de dente como o mais importante invento da História.

De fato, a preocupação com a boca e os dentes aparece como um dos mais antigos cuidados da higiene pessoal em diversas culturas. Estudos arqueológicos recentes encontraram em uma tumba egípcia de cinco mil anos um artefato que poderia ser visto como a mais antiga de todas as escovas de dente. Na verdade, o instrumento consistia em um ramo de planta que teve a sua extremidade toda desfiada até que as fibras funcionassem como cerdas.

Os assírios, reafirmando o pragmatismo daquela nação de guerreiros, já tentavam resolver o problema usando o dedo para limpar os dentes. Contudo, outras culturas buscaram hastes, madeiras, ervas e misturas que pudessem superar os incômodos que a sujeira e o mau hálito sempre causaram. Por volta do século IV a.C., o médico grego Diocles de Caristo receitava aos seus pacientes explorarem os poderes aromáticos que as folhas de hortelã produziam quando esfregadas nos dentes e nas gengivas.

Nos anos em que foi aprendiz do filósofo Aristóteles, o lendário imperador Alexandre, O Grande, foi detalhadamente orientado sobre como limpar os dentes, todas as manhãs, com uma toalha feita de linho. Entre os romanos constata-se o uso de uma mirabolante mistura com areia, ervas e cinzas de ossos e dentes de animais. O lugar da higiene bucal era tão expressivo entre os patrícios romanos que se davam ao luxo de terem escravos incumbidos de realizar esta única tarefa.

Por volta de 1490, os chineses inventaram um rústico modelo daquilo que já poderíamos chamar de escova dental. O protótipo oriental era constituído por uma haste de bambu ou osso dotada de um feixe de pelos de porco. Além de ser um artefato muito caro, a escova chinesa acabava prejudicando seus usuários na medida em que as cerdas de origem animal mofavam e, por isso, deixam toda a cavidade bucal exposta ao ataque de fungos.

Na Europa Medieval, o cuidado com os dentes já desfrutava de avanços consideráveis, tendo em vista o grau de elaboração das pastas dentárias. Entretanto, a cura do mau hálito era medicada com um asqueroso bochecho de urina. Nessa mesma época, o profeta árabe Maomé (570-633) recomendava aos seguidores do islamismo a utilização de uma haste de madeira aromática que, se esfregada várias vezes ao dia, poderia limpar e clarear os dentes.

Chegando ao século XVIII, um prisioneiro britânico chamado William Addis teve a brilhante ideia de desenvolver a primeira versão moderna de escova de dente. Primeiramente, ele guardou um pedaço de osso animal de sua refeição diária. Realizou pequenos furos em uma de suas pontas e conseguiu algumas cerdas com um carcereiro. Amarrando as cerdas em feixes minúsculos e fixando-as com cola nos buracos do osso, ele desenvolveu a tecnologia fundamental do invento.

No século XX, vários estudiosos passaram a observar detalhadamente os elementos constituintes da várias escovas disponíveis no mercado. A anatomia do cabo, a disposição dos feixes, o processo de desgaste foram sistematicamente analisados para que o instrumento fosse aprimorado. Nos fins da década de 1930, a utilização do náilon permitiu que as escovas realizassem a limpeza dos dentes sem que as gengivas sofressem grandes agressões.

Atualmente, cores, formas e tecnologias transformaram o mercado de escovas de dente em uma grande incógnita. Entre tantas opções, muitas pessoas não sabem distinguir qual tipo de escova atende a uma boa higiene bucal. Geralmente, os odontólogos aconselham o uso de uma escova que não seja muito grande, possua cerdas macias e que seja regularmente trocada.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1541 – Assassinato de Francisco Pizarro, conquistador do Peru, na sede do Governo, em Lima, em uma conspiração dos homens de Almagro.
1822 – Bolívar e San Martin decidem em Guayaquil que o primeiro assuma o mando único do exército dos revoltosos.
1824 – Nasce William Thomson, lord Kelvin, físico inglês.
1892 – Nasce Pearl S. Buck, escritora norte-americana, Prêmio Nobel 1938.
1904 – Nasce Peter Lorre, ator de cinema norte-americano.
1908 – Nasce Salvador Allende, ex-presidente do Chile.
1917 – Primeira Guerra Mundial: desembarcam as primeiras tropas norte-americanas em Saint Nazaire (França).
1935 – O governo italiano decide intervir na Abissínia, alegando seu direito a civilizar os habitantes deste país.
1941 – Segunda Guerra Mundial: Finlândia declara guerra à URSS.
1945 – Representantes de 50 países assinam a Carta de São Francisco, criando a ONU, para manter a paz internacional.
1945 – Os japoneses admitem a perda da ilha de Okinawa.
1947 – Conferência em Paris entre a URSS, Grã-Bretanha e França sobre o Plano Marshall de ajuda norte-americana para a reconstrução da Europa.
1956 – Fidel Castro é detido no México com outros 20 membros do Movimento 26 de Julho.
1959 – Cuba rompe relações diplomáticas com a República Dominicana.
1969 – San Salvador rompe suas relações diplomáticas com Honduras, devido às provocações aos salvadorenhos residentes em Honduras, após a perda de uma partida de futebol.
1971 – Nasce Massimiliano Biaggi, motociclista italiano.
1974 – O general Augusto Pinochet assume os poderes presidenciais no Chile, nove meses depois das forças armadas derrubarem o governo de Allende.
1975 – O presidente colombiano López Michelsen decreta o estado de sítio no país para combater os ataques guerrilheiros e a onda de seqüestros.
1986 – Os irlandeses que se opunham ao divórcio ganham em referéndum dos partidários da legalização.
1990 – A Comunidade Européia decide em Dublin prestar ajuda financeira a URSS, para apoiar a reforma econômica de Michail Gorbachov.
1994 – Um milhão de homossexuais recordam em diferentes países o vigésimo quinto aniversário do incidente de Stonewall, que marcou o início do movimento gay.
1996 – Sessenta e uma pessoas morrem e 100 ficam feridas devido a uma grande quantidade de foguetes lançados sobre Kabul pela facção islâmica Taliban.
1999 – A União Européia, o Mercosul e o Chile chegam a um consenso na Cúpula do Rio de Janeiro sobre a declaração que estabelece as bases para a criação de uma zona de livre comércio.
1999 – O líder da resistência do Timor Leste e Prêmio Nobel da Paz 1996, José Ramos Horta, regressa a Jacarta pela primeira vez desde que, em 1975, a Indonésia ocupou a ex-colônia portuguesa.
2000 – O Vaticano revela que o terceiro segredo de Fátima se referia ao atentado ao Papa, à luta do comunismo contra a Igreja e ao sofrimento dos cristãos no século XX.
2001 – O Mercosul e a União Européia ratificam um Memorando de Entendimento que define a cooperação entre ambos os blocos para os próximos seis anos.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Um comentário sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 26 de Junho – A primeira escova de dentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *