Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 26 de Julho – A CIA!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 26 de Julho – A CIA!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 26 de Julho de 1947 quando a A CIA (Central Intelligence Agency) é a Agência Central de Inteligência governamental dos Estados Unidos foi colocada em vigor. A mesma foi criada em 25 de Maio de 1947 pelo então presidente Harry S. Truman, com o fim de obter informação e preparar operações que protegessem a segurança do Estado. Esta organização foi a primeira agência permanente de informação, responsável por manter o Governo a par das ações estrangeiras que afetassem os interesses da nação. Foi estabelecida e posta em andamento pela Lei de Segurança Nacional dos Estados Unidos em 26 de Julho de 1947. Hoje em dia, a agência de segurança nacional modificou certos parâmetros, colocando entre os assuntos prioritários novos desafios como a não proliferação de armas nucleares ou de destruição em massa, a prevenção de ataques terroristas, a contra-inteligência, o crime internacional organizado ou o tráfico de drogas.

Central Intelligence Agency (lit. “Agência Central de Inteligência”, em inglês), mais conhecida pela sigla CIA, é uma agência de inteligência civil do governo dos Estados Unidos responsável por investigar e fornecer informações de segurança nacional para os senadores daquele país. A CIA também se engaja em atividades secretas, a pedido do presidente dos Estados Unidos.

É a sucessora da Agência de Serviços Estratégicos (OSS, sigla em inglês), formada durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) para coordenar as atividades de espionagem entre os ramos das Forças Armadas dos Estados Unidos.

A principal função da CIA é coletar informações sobre os governos estrangeiros, corporações e indivíduos, e para aconselhar políticas públicas. A agência realiza operações clandestinas e ações paramilitares, e exerce influência na política externa através da sua Divisão de Atividades Especiais.

A CIA e as suas responsabilidades alteraram-se significativamente em 2004. Antes de Dezembro de 2004, a CIA foi a principal organização de inteligência do governo americano, que coordenou e supervisionou não só as suas próprias atividades, mas também as atividades da Comunidade de Inteligência E.U. (IC) como um todo. A lei preventiva da Reforma da Inteligência e Terrorismo de 2004 criou o cargo de Diretor de Inteligência Nacional (DNI), que assumiu alguns do governo e IC-gama de funções. O DNI gerencia o IC e, portanto, do ciclo de inteligência. As funções que se mudou para o DNI incluiu a preparação de estimativas de parecer consolidado do IC 16 agências, e a preparação de briefings para o presidente dos Estados Unidos.

São atribuições da CIA executar o monitoramento da inteligência estrangeira (serviços de informações estrangeiros) de forma precisa, inclusiva e oportuna, provendo tópicos de segurança nacional.

Executar atividades de contrainformação, administrando atividades especiais e outras funções relacionadas à inteligência estrangeira e segurança nacional, quando ordenado pelo Presidente.

Para realizar sua missão, a CIA se ocupa de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia para propósitos de inteligência. Como agência independente, a CIA serve como fonte de análise de dados, trabalhando com outras organizações na Comunidade de Inteligência e Segurança Nacional para assegurar que os dados recolhidos cheguem com a maior precisão possível à Casa Branca e ao campo de batalha, quando necessário.

Devido às novas realidades globais de segurança nacional, a CIA está atuando com a criação de grupos multidisciplinares priorizando o contra-terrorismo, cuidando da contrainformação, coibindo e combatendo o crime organizado e o tráfico de drogas internacionais, analisando e monitorando as agressões ao meio ambiente, criando condições para uma segurança estável ao povo dos Estados Unidos, levando à Comunidade de Inteligência a análise de todos os tópicos que afetam a segurança nacional.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1581 – Através da União de Utrecht, a Holanda declara-se formalmente independente da Espanha.
1605 – Os protestantes franceses realizam uma assembléia em Chatelherault, desafiando o rei Enrique IV.
1852 – O general Justo José de Urquiza assume o governo da República Argentina.
1856 – Nasce George Bernard Shaw, dramaturgo irlandês, Prêmio Nobel de Literatura em 1925.
1875 – Nasce Antonio Machado, escritor espanhol.
1875 – Nasce Carl Gustav Jung, psicólogo suíço.
1882 – Estréia “Parsifal”, a última ópera de Wagner. O herói é um dos cavaleiros da Távola Redonda do rei Arthur, que depois de muitas peripécias é coroado rei do santo Graal.
1890 – Explode em Buenos Aires uma revolução dirigida por Leandro N. Alem contra Miguel Juárez Celman, que deixou a presidência argentina.
1891 – A França faz a anexação da ilha do Taiti.
1894 – Nasce Aldous Huxley, escritor britânico.
1899 – O presidente da República Dominicana Ulises Heureaux é assassinado.
1908 – Nasce Salvador Allende, presidente do Chile (1970-1973).
1908 – Acontece a primeira prova automobilística da América do Sul no Circuito de Itapecerica, em São Paulo.
1908 – O alemão Koppen, a bordo do carro “Protos”, ganha a corrida automobilística “Ao redor do mundo”, que durou cinco meses.
1915 – Juan Luis Sanfuentes é eleito presidente do Chile.
1928 – Nasce Stanley Kubrick, cineasta norte-americano.
1930 – O político paraibano João Pessoa é assassinado, numa padaria, por João Dantas. Sua morte foi o estopim para o golpe de estado liderado por Getúlio Vargas no mesmo ano.
1933 – O governo do Reich promulga uma lei de esterilização para melhorar a raça alemã.
1933 – Cuba é pacificada quando o presidente Gerardo Machado outorga uma anistia e restabelece as garantias constitucionais no país.
1942 – O bombardeio do navio brasileiro Tamandaré por um submarino alemão faz o Brasil entrar na Segunda Guerra Mundial.
1942 – A aviação britânica bombardeia a cidade alemã de Hamburgo durante a Segunda Guerra Mundial.
1943 – Nasce Mick Jagger, vocalista do grupo britânico de rock Rolling Stones.
1945 – Grã-Bretanha, Estados Unidos e China exigem a rendição incondicional do Japão.
1945 – Reunião constituinte das Nações Unidas em Nova York.
1952 – A ex-atriz Eva Perón morre aos 33 anos de idade na Argentina vítima de leucemia. Evita se tornou porta-voz dos descamisados e das feministas ao abraçar a causa populista do marido Perón, presidente da Argentina.
1953 – Assalto frustrado ao quartel Moncada, próximo de Santiago de Cuba, por um grupo de rebeldes comandado por Fidel Castro. O objetivo do grupo era derrubar o ditador Batista.
1953 – O governo húngaro dissolve os campos de trabalho e ordena uma ampla anistia.
1956 – O Egito nacionaliza o Canal de Suez.
1957 – O general Castillo Armas, presidente da Guatemala, é assassinado no palácio presidencial por um soldado de sua guarda.
1958 – Os Estados Unidos lança ao espaço o satélite Explorer VI.
1961 – Cuba unifica todas as forças políticas no Partido Unido da Revolução Socialista.
1963 – Um terremoto na região de Skopje, Iugoslávia, deixa mais de mil vítimas.
1967 – O Equador rompe relações diplomáticas com o Haiti pela violação de direitos humanos efetuada pelo governo de Duvalier.
1975 – Os presidentes da Bolívia, Hugo Banzer, e do Uruguai, Juan María Bordaberry, assinam uma ata de entendimento bilateral.
1986 – Morre Vincent Minnelli, cineasta norte-americano.
1987 – Uma intensa onda de calor vinda do Saara afeta o sul da Europa, deixando mais de mil mortos.
1990 – Tem início a Operação Dragão, que põe fim a 20 anos de presença de armas químicas norte-americanas na Alemanha.
1990 – O Iraque aceita retirar tropas de sua fronteira com o Kuwait.
1993 – Avião de passageiros sul-coreano cai perto de Seul e 66 pessoas morrem.
1995 – Peru e Equador aceitam desmilitarizar uma zona de 500 quilômetros quadrados em sua fronteira, logo após os conflitos armados que duraram um mês.
1996 – Brasileiras ocupam dois lugares no pódio pela primeira vez numa Olimpíada. Foram as duplas de vôlei de praia Jacqueline e Sandra, medalhas de ouro, e Adriana e Mônica, medalhas de prata.
2000 – Cerca de 200 presos políticos chilenos, torturados durante a ditadura, apresentam acusação contra Pinochet.
2000 – Fidel Castro desfila seguido por mais de 1 milhão de pessoas, em frente à sede diplomática norte-americana em Havana, gritando “Abaixo o bloqueio”.
2000 – Um juiz federal de Nova York aprova o acordo de indenização, através do qual os bancos suíços se comprometem a pagar 250 milhões de dólares às vítimas do Holocausto.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *