Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 21 de Dezembro – Morre Nelson Rodrigues!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 21 de Dezembro – Morre Nelson Rodrigues!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 21 de dezembro de 1980 quando morria Nelson Rodrigues, um dos mais impactantes escritores brasileiros. Ele morreu aos 68 anos, no Rio de Janeiro, por conta de complicações cardíacas e respiratórias. Nascido no dia 23 de agosto de 1912, em Recife, Nelson Rodrigues se mudou com a família para o Rio de Janeiro quando tinha quatro anos e passou toda a sua vida na capital fluminense. Aos 13 anos começou a trabalhar como repórter de polícia no jornal do seu pai, “A Manhã”.

Por conta deste trabalho, adquiriu grande experiência sobre crimes passionais e também sobre a sociedade. Sua primeira peça foi “A Mulher sem Pecado” (1941), mas o sucesso veio com “Vestido de Noiva” (1943), que representou uma renovação no teatro brasileiro. Apesar da sua popularidade, Nelson Rodrigues também era criticado por escrever textos obscenos e imorais. Em 1962, publicou crônicas esportivas, onde deixava transparecer sua paixão pelo futebol, em especial pelo Fluminense. Por falar nisso, junto com seu irmão, o jornalista Mário Filho, Nelson foi fundamental para que o clássico Flamengo x Fluminense, o Fla-Flu, adquirisse prestígio e se tornasse um dos grandes confrontos do futebol brasileiro. Entre os personagens fictícios consagrados em suas crônicas estão Gravatinha e Sobrenatural de Almeida.

Assim como seus textos, a vida do escritor também foi marcada por por um crime passional. O jornal “Crítica”, de propriedade da sua família, publicou na primeira capa um relato da separação do casal Sylvia Serafim e João Thibau Jr., ilustrada por Roberto, irmão de Nelson. Por conta dessa matéria, Sylvia, a esposa que se separou do marido, comprou uma arma e foi à redação do jornal, onde atirou em Roberto. Nelson foi testemunha do crime do irmão, que morreu dias depois. A tragédia abalou a família, e o pai de Nelson morreu meses depois.

Com a Revolução de 30, “Crítica” deixa de existir e a família mergulha em uma crise financeira. Nelson passa a sofrer com tuberculose e é ajudado financeiramente por Roberto Marinho, amigo de seu irmão Mário Filho. Em 1932, ele é efetivado como repórter do jornal “O Globo”. A partir da década de 40, divide o seu tempo entre o jornal e a produção de peças teatrais. Em 1945, deixa “O Globo” e vai para “O Jornal”, dos Diários Associados. Começa a escrever “Meu destino é pecar”, com o pseudônimo de Susana Flag.

Nelson também começa a escrever a peça “Álbum de família”, que teria o texto censurado em 1946. Na década de 50, transfere-se para o jornal “A Última Hora”, de Samuel Wainer, onde escreve crônicas de “A vida como ela é”. Nos anos 60, forma a primeira “mesa-redonda” sobre futebol televisão brasileira na recém-fundada Rede Globo. Nos anos 70, começa a sofrer com problemas de saúde. No final de sua vida, reata o relacionamento com sua primeira mulher, Elza Bretanha, que fica com Nelson até seus últimos dias.

“No futebol, o pior cego é o que só vê a bola”.

“O Brasil é muito impopular no Brasil”.

“Qualquer indivíduo é mais importante do que a Via Láctea”.

“Só acredito nas pessoas que ainda ruborizam”.

“Toda unanimidade é burra”.

“O artista tem que ser gênio para alguns e imbecil para outros. Se puder ser imbecil para todos, melhor ainda”.

Nelson Rodrigues.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1375 – Morre Giovanni Boccaccio, poeta italiano, um dos maiores escritores de todos os tempos.

1846 – A primeira cirurgia com o uso de anestesia é realizada na Grã-Bretanha por Robert Liston.

1889 – Com o objetivo de eliminar resíduos do regime monárquico, a família imperial é banida de todo território brasileiro.

1898 – Marie e Pierre Curie, casal de físicos franceses, descobrem o elemento químico rádio.

1901 – Mulheres votam pela primeira vez numa eleição na Noruega.

1923 – O Nepal, um protetorado britânico, passa a ser uma nação independente.

1925 – Estréia em Moscou o filme O Encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein.

1925 – Ocorre um racha no Partido Comunista da União Soviética: Joseph Stálin assume o poder e Leon Trotski é destituído.

1935 – Ocorre o primeiro vôo do DC-3.

1937 – Branca de Neve e os Sete Anões, de Walt Disney, estréia nos cinemas norte-americanos. Primeiro longa-metragem de animação, torna-se um grande sucesso de bilheteria.

1937 – Nasce a atriz norte-americana Jane Fonda.

1940 – Nasce em Baltimore, nos Estados Unidos, Frank Zappa, músico e compositor de rock.

1951 – A primeira telenovela brasileira entra no ar. Sua vida me pertence tinha participação de Walter Foster e Vida Alves.

1958 – O general Charles De Gaulle é eleito presidente da França e é proclamada a quinta República.

1959 – Nasce em Los Angeles a atleta Florence Griffith Jones, ganhadora de quatro medalhas nos jogos Olímpicos de Seul, em 1988.

1960 – O rei Saud assume o governo da Arábia Saudita após a renúncia do primeiro-ministro, o príncipe Faisal.

1968 – Lançada a nave Apolo 8, que percorre dez voltas ao redor da Lua.

1970 – Elvis Presley vai à Casa Branca, oferecendo a sua ajuda para o combate às drogas nos Estados Unidos.

1973 – A primeira conferência de paz entre Israel e os países vizinhos é realizada em Genebra, na Suíça. Participam Jordânia, Egito, União Soviética e Estados Unidos.

1980 – Morre no Rio o dramaturgo e escritor Nelson Rodrigues, famoso por peças como Vestido de noiva, Dorotéia e O Casamento.

1986 – O pugilista Adílson “Maguila” Rodrigues vence uma luta contra o americano Rocky Sekorski e torna-se campeão das Américas.

1986 – O presidente José Sarney anuncia o Plano Cruzado II.

1991 – A União Soviética deixa de existir oficialmente. É criada a Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

1993 – O presidente russo Boris Yeltsin acaba com a policia secreta da KGB, o serviço de espionagem e inteligência da antiga União Soviética.

1994 – Uma bomba explode dentro do metrô de Nova York, nos Estados Unidos, e fere 29 pessoas.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Um comentário sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 21 de Dezembro – Morre Nelson Rodrigues!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *