Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 18 de Maio – Frank Capra!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 18 de Maio – Frank Capra!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

 

O dia 18 de Maio de 1897 quando nascia o diretor Frank Capra (1897-1991) na Sicília, Itália, em 1897 e emigrou para os EUA na década de 10.
Entre 1926 e 27, Capra estreou na direção com três filmes de sucesso estrelados pelo comediante Harry Langdon , mas foi despedido quando Langdon resolveu dirigir a si mesmo.
No ano seguinte, a Columbia Pictures contratou Capra como diretor. Nos próximos dez anos ele dirigiria 25 filmes para aquele estúdio. Antes de se estabelecer como um diretor de comédias sociais, Capra se tornou conhecido como um artesão confiável, diretor de produções eficiente e rentáveis, independente do gênero.
Com “Aconteceu Naquela Noite” (1934), Capra conseguiu seu primeiro grande sucesso de bilheteria que ganharia os quatro Oscars principais de 35, feito até hoje só repetido por “O Estranho no Ninho” e “O Silêncio dos Inocentes”.
O roteirista deste filme, Robert Riskin, tornou-se o principal colaborador de Capra. Juntos eles aperfeiçoaram a chamada “fórmula Caprsiskin”: indivíduo idealista X instituições corruptas.
O filme conta a história de uma jovem milionária (Claudette Colbert) que foge de seu pai para se casar com um caçador de fortunas. No caminho viaja com um repórter (Clark Gable) que acaba de ser despedido e após uma série de desencontros os dois se apaixonam.

“Aconteceu naquela noite” inauguraria um subgênero da comédia americana chamado de “Screwball Comedy”, com ritmo rápido e diálogos inteligentes.
Em 1936, Capra dirige “O Galante Mr. Deeds”, que juntamente com “A Mulher faz o Homem” e “Adorável Vagabundo” (1941), mostram excêntricos interioranos lutando para defender seus valores contra os gananciosos homens da cidade grande. Longfellow Deeds (Gary Cooper) é um caipira de Vermont que um dia recebe a notícia de ser o único herdeiro do tio. Ganha 20 milhões de dólares mas não parece ligar para isso.Simples, gosta de tocar tuba e faz poemas para cartões. Vai a Nova York, onde é enganado pelos advogados, que haviam convencido o tio milionário a deixar tudo para o sobrinho bobão, e por uma jornalista, por quem se apaixona.
Capra levou Oscars de melhor filme e diretor em 1939 com “Do Mundo Nada Se Leva”. O filme pode ser visto, entre outros aspectos, como a singela resistência de uma família contra o imenso poder dos especuladores imobiliários. Nessa resistência, está o caráter de um país, os EUA, em que a ação individual (eventualmente anárquica, como aqui) e até individualista constrói as instituições.
No filme “Adorável Vagabundo” (1941), Ann (Barbara Stanwick), uma jornalista, inventa um personagem, John Doe, que simboliza tudo o que é bom na ”América”. Ele estaria desempregado e disposto a se suicidar. Publicada, a carta provoca imediatamente um vasto movimento de compaixão, cuja amplitude o ritmo constante permite avaliar. Os donos do jornal decidem transformar alguém real em Doe. Pressionada, Ann aceita a proposta.

Fazem uma seleção entre os mendigos da cidade e escolhem John Willoughby (Gary Cooper), um ex-jogador de beisebol que se tornou mendigo sem jamais ter feito a glória de uma grande equipe. Willoughby é uma humilde como seu personagem, mas não partilha de sua visão trágica a respeito da miséria.
Com o sucesso de Willoughby donos do jornal vão longe com a farsa, até montarem o plano de fazer com que o ideal de John Doe vire partido político. Willowby, no entanto se mostra um verdadeiro ”americano” e se recusa a ser manipulado.

Sendo coerente com sua ideologia, Capra deixou as comédias em 41 para dirigir documentários de Guerra, em uma série chamada “Why We Fight” (Por que Combatemos), realizada entre 1942 e 1945.
A série tem importância histórica, em parte pelo que representava para o esforço de guerra: eram filmes de propaganda, cujo objetivo era explicar à população (a começar pelos pracinhas) o motivo do envolvimento dos EUA na Segunda Guerra Mundial.
Não era tão simples assim: os EUA vinham de anos de pacifismo. “Por que combatemos” representou, no mais, um feito no setor de filmes de propaganda por suas montagens inovadoras.
Capra voltou a dirigir comédias em 1944, com o filme “Este mundo é um hospício”, baseado na peça “Arsênico e Alfazema”, de Joseph Kesselring. No enredo, duas velhinhas que resolvem aliviar as vidas dos velhinhos solitários, envenenando-os e enterrando-os no porão de sua casa. São tias de Mortimer (Cary Grant), um crítico ”assassino” de teatro, e Jonathan, um assassino de verdade, em fuga, que está sempre mudando o rosto com operações plásticas.
A trama de humor negro foi adaptada ao espírito otimista dos filmes de Capra: o que era crime vira gesto humanitário, o que era horror vira encanto. O diretor imprimiu ação contínua e surpreendente ao filme, que se passa, quase inteiramente, dentro do espaço de uma casa. Nesta comédia sobre a morte, o que salta aos olhos é a alegria da vida.
Com “A Felicidade Não se Compra” (1945) Capra fez seu filme mais conhecido, um drama a respeito de um homem (James Stewart) disposto a se suicidar na véspera de natal, mas é dissuadido por um anjo, que lhe mostra como seria a vida naquela cidade se ele nunca tivesse existido. O filme, que é o favorito de Capra e Stewart, tornou-se um grande sucesso nos EUA, sendo exibido pelas redes de TV em todas as vésperas de Natal.
Ao rever seus filmes, é justo perguntar onde está o célebre otimismo de Frank Capra. Ele não vem das instituições, nem dos políticos, parasitas que as manipulam sempre em seu proveito. Não vem, muito menos, da imprensa.
Capra só viria a fazer mais cinco filmes nos anos seguintes, sem a mesma força e comprometimento de seus filmes anteriores, e deixou o cinema em 1961. Sua obra influenciou várias gerações de cineastas.

FILMOGRAFIA

1934 – “Aconteceu Naquela Noite” (It Happened One Night)
1936 – “O Galante Mr. Deeds” (Mr. Deeds Goes to Town)
1937 – “Horizonte Perdido” (Lost Horizon)
1938 – “Do Mundo Nada se Leva” (You Can’t Take it With You)
1939 – “A Mulher faz o Homem” (Mr. Smith Góes to Washington)
1941 – “Adorável Vagabundo” (Meet John Doe)
1944 – “Este mundo é um hospício” (Arsenic and Old lace)
1945 – “A Felicidade Não se Compra” (It’s a Wonderful Life)

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1680 – Uma compilação das Leis das Índias, com nove livros e mais de 6 mil leis, é publicada.
1804 – O Senado francês proclama Imperador o general Bonaparte, com o nome de Napoleão I.
1848 – A Companhia de Jesus é dissolvida e seus integrantes são expulsos do território argentino.
1868 – Nasce Nicolás Romanov, último czar da Rússia.
1872 – Nasce Bertrand Russell, matemático e filósofo inglês.
1875 – Um terremoto destrói em poucos minutos a cidade colombiana de Cúcuta e causa a morte de duas mil pessoas.
1878 – O governo colombiano concede à companhia francesa de Lesseps os direitos para a construção do Canal de Panamá.
1893 – Nasce Augusto César Sandino, guerrilheiro nicaragüense.
1911 – Morre Gustav Mahler, compositor austríaco.
1913 – O general Mario Menocal e o Dr. Enrique Varona tomam posse, respectivamente, da presidência e vice-presidencia da República de Cuba.
1919 – É proclamada a República do Palatinado, separada do Reich e apoiada pela França.
1930 – O dirigível Zeppelin inicia um vôo em que cruzaria duas vezes o Atlântico, percorrendo 27 mil quilômetros.
1950 – A Assembléia Plenária das Nações Unidas decide embargar as mercadorias de grande valor para a China comunista.
1956 – Um juiz argentino decreta a prisão do ex-presidente Juan Domingo Perón, acusando-o de traição.
1973 – Salvador Allende anuncia a expropiação de todas as empresas estrangeiras do Chile.
1980 – Fernando Belaúnde Terry é eleito presidente do Peru.
1982 – Grandes inundações causam a morte de mais de 400 pessoas na província de Cantón (China).
1989 – A OEA pede ao general Noriega que abandone o poder em um prazo de duas semanas para evitar uma escalada de violência no Panamá.
1989 – O Parlamento da Lituânia modifica sua Constituição e proclama a soberania do povo lituano.
1990 – Os ministros das Finanças da República Federal Alemã e da República Democrática Alemã, Theo Waigel e Walter Rombers, firmam em Bonn o tratado de união monetária, econômica e social entre os dois países.
1991 – O rei Hassan II de Marrocos aceita a realização de um plebiscito pela autodeterminação no Saara ocidental.
1994 – O México ingressa na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).
1994 – O ex-presidente da Venezuela, Carlos Andrés Pérez, é detido por malversação.
2000 – Militares rebeldes seguidores do ex-general Lino César Oviedo protagonizam uma tentativa de golpe de Estado contra o governo do Paraguai, presidido por Luis González Macchi.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *