Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 15 de Março – A invasão da Tchecoslováquia!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 15 de Março – A invasão da Tchecoslováquia!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 15 de março de 1939 quando as Tropas do exército de Adolf Hitler invadem e ocupam  a Tchecoslováquia, uma nação sacrificada no altar do Pacto de Munique, que foi uma tentativa inócua de evitar os objetivos imperiais da Alemanha.

Tudo começou em 30 de setembro de 1938, Hitler, Benito Mussolini, o premiê francês Edouard Daladier e o primeiro ministro britânico Neville Chamberlain firmaram o Pacto de Munique, que selou o destino da Tchecoslováquia, virtualmente entregando-a à Alemanha em nome da paz.

Pacto de Munique

Pacto de Munique ou München zwischen dem britischen Ministerpräsidenten Neville Chamberlain, dem französischen Ministerpräsidenten Edouard Daladier, dem italienischen Staatschef Benito Mussolini und Adolf Hitler geschlossene Abkommen ermächtigte das faschistische Deutschland zur Annexion tschechoslowakischen Gebietes. Viu ae como tá o idioma?

Embora o acordo previsse entregar de mão beijada a Hitler apenas os Sudetos, região da Tchecoslováquia onde viviam cerca de três milhões de pessoas de etnia germânica, a concessão significou passar ao controle da máquina de guerra nazista 66% do carvão, 70% do ferro e aço e 70% do potencial elétrico da Tchecoslováquia. Sem esses recursos, a nação tcheca tornou-se altamente vulnerável a uma completa dominação pela Alemanha.

Tentando agradar Hitler como podia, o novo governo pró-alemão da Tchecoslováquia começou a realizar, assim que despontou o novo ano, a entrega do país. Precisamente antes do Natal, em 1938, o ministério tcheco, a fim de apaziguar novamente o führer, dissolvera o Partido Comunista e suspendera todos os professores judeus das escolas públicas.

Tentando Agradar Hitler, tá difícil!

Em 12 de janeiro, o ministro do Exterior Chvalkovsky salientou que seu governo faria “todo o possível para provar sua lealdade e sua boa vontade para a mais completa satisfação de todos os desejos da Alemanha”. Apesar disso, fortes rumores continuavam a circular sobre a incorporação da Tchecoslováquia ao Reich.

Posso para de fingir que estou gostando disso? Entrou um cisco no meu olho...

Posso para de fingir que estou gostando disso? Entrou um cisco no meu olho…

Na verdade, Hitler já havia deixado claro, em outubro de 1938, sua intenção de forçar o governo central da Tchecoslováquia a conceder independência à Eslováquia, o que levaria o resto do Estado tcheco “ainda mais completamente a nossa mercê”, ressaltava o ministro alemão Hermann Goering. Com efeito, a Eslováquia declarou sua “independência” em 14 de março de 1939, sob a ameaça de iminente invasão o que perturbou qualquer ajuste com a província tcheca.

Olha aqui uma bandeirinha para você... e não aceite não pra você ver...

Olha aqui uma bandeirinha para você… e não aceite não pra você ver…

Em 15 de março, durante um encontro em Berlim com o presidente tcheco Emil Hacha, um homem considerado fraco e até mesmo senil, Hitler ameaçou-o com um devastador raid aéreo contra “Praga, a bela capital tcheca” a menos que obtivesse de Hacha passagem livre pela fronteira para as tropas alemãs.

O trem conduzindo o presidente Hacha e seu ministro do Exterior Chvalkovsky chegou à estação Anhalt em Berlim às 22h40 de 14 de março. O protocolo alemão era perfeito. Havia uma guarda militar de honra na estação. À filha do presidente foi entregue um lindo buquê de flores. A comitiva foi alojada no luxuoso Hotel Adlon. Nos aposentos havia chocolates para a senhorita Hacha, presente pessoal de Adolf Hitler.

- Quem é aquele do bigodin engraçado? essa foi a ultima pergunta dele...

– Quem é aquele do bigodin engraçado? essa foi a ultima pergunta dele…

E quando o velho presidente e seu ministro chegaram à Chancelaria foram saudados por uma guarda de honra das SS. Foram chamados à presença de Hitler somente às duas da madrugada. O infeliz dr. Hacha, apesar de ter sido respeitável juiz da Suprema Corte de seu país, perdeu toda a dignidade humana, prosternando-se diante do arrogante führer. Hacha afirmou a Hitler que jamais se intrometera em política, vira raramente os fundadores da república tchecoslovaca, Masaryk e Benes. Seu regime era “alheio” a eles, “tão alheio que perguntara a si mesmo se seria uma boa coisa para a Tchecoslováquia continuar como um Estado de todo independente.”

A Invasão

A invasão Discreta

A invasão discreta da Tchecoslováquia!

Hitler já havia dado ordem para a invasão por terra e ar exatamente às 06h00 de 15 de março. Depois de brandir ameaças de terror teutônico e humilhar seus hóspedes, Hitler deixa sua sala de despachos sem sequer se despedir. Os ministros alemães, Goering e Ribbentrop que ali permaneceram, foram impiedosos. Perseguiram literalmente o presidente Hacha e seu ministro ao redor da mesa onde se achavam os documentos, empurrando-os constantemente para diante deles, metendo as canetas em suas mãos, repetindo incessantemente que se eles prosseguissem em sua recusa, metade de Praga ficaria em ruínas pelos bombardeios que ocorreriam dentro de duas horas. “A atitude dos senhores é perfeitamente clara. A resistência nossa seria loucura”, assentiu Hacha. “Mas de que forma, no lapso de suas horas, poderia impedir que todo o povo tcheco oferecesse resistência?”

A permissão de transpor as fronteiras foi assinada. Nesse mesmo dia, as tropas germânicas penetraram pela Boêmia e Moravia. As duas províncias não ofereceram qualquer resistência e imediatamente se tornaram protetorado da Alemanha. À noite, Hitler faz uma triunfante entrada em Praga.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

44 a.C. – O imperador romano Júlio César é assassinado por um grupo de senadores romanos, entre eles seu amigo Brutus.
1672 – Rei Charles II assina declaração de indulgência suspendendo penalidades contra católicos.
1744 – França declara guerra à Inglaterra.
1789 – Joaquim Silvério dos Reis delata os conjurados ao Visconde de Barbacena.
1916 – O presidente dos Estados Unidos Woodrow Wilson envia 12 mil homens para a fronteira do México em uma fracassada missão para perseguir o bandido Pancho Villa.
1917 – Czar Nicolau II abdica. O Estado e o exército russos são dissolvidos.
1937 – O primeiro banco de sangue é inaugurado no Hospital de Chicago.
1938 – Tropas da Alemanha nazista tomam a Checoeslováquia sem enfrentar resistência.
1956 – O musical My Fair Lady estréia na Broadway.
1972 – O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola, estréia nos EUA.
1975 – Os Estados da Guanabara e Rio de Janeiro são unificados.
1986 – A nave espacial soviética Soyuz T-15 se acopla à estação orbital Mir.
1990 – O Vaticano e a URSS estabelecem relações oficiais permanentes, após 73 anos de distanciamento.
1991 – Os territórios do Amapá e Roraima ganham condição de Estados e elevaram para 25 o número de Estados brasileiros.
1992 – Um terremoto mata 800 pessoas na Turquia.
1999 – A Assembléia Nacional Popular Chinesa aprova várias emendas na Constituição de 1982, entre elas o reconhecimento da propriedade privada.
2000 – Em uma sentença inédita, um júri de Nova York declara culpado de três acusações de estupro um homem não identificado baseado em seu DNA.
2001 – Três explosões destroem a plataforma P-36 da Petrobrás na bacia de Campos. Dez pessoas morreram.
2004 – Anunciada a descoberta do planetóide Sedna a 13,5 bilhões de quilômetros da Terra.

Nascimentos

» Gilberto Freyre (1900-1987), sociólogo brasileiro
» E.Donnall Thomas (1920-), médico americano, Prêmio Nobel em 1990
» Sergio Vieira de Mello (1948-2003), diplomata brasileiro
» Oswaldo Montenegro (1956-), cantor e compositor brasileiro
» Euller Elias de Carvalho (1971-), jogador brasileiro de futebol

Falecimentos

44 a.C – Júlio César, Imperador romano
1975 – Aristóteles Onassis, armador grego
1995 – Carlitos, filho de Carlos Menem em um acidente aéreo
1998 – Sebastião Rodrigues Maia, o Tim Maia, músico brasileiro

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

2 comentários sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 15 de Março – A invasão da Tchecoslováquia!

    1. Samuel Ragnus Autor da Postagem

      Oi Sabrina! essa noticia foi um fato histórico? é porque o cabine do tempo não temos noticias Jornalistica e sim fatos históricos não lembro de ter publicado um fato histórico sobre as acusações de “estrupo” é isso mesmo é? sobre barulho? mesmo se for estupro também não temos fatos históricos desse tipo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *