Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 13 de Novembro –  Bloody Sunday!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 13 de Novembro – Bloody Sunday!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia do Domingo Sangrento! ocorrido em Londres, o dia 13 de novembro de 1887, é o nome dado a um protesto contra o desemprego, a repressão na Irlanda e a prisão do Membro do Parlamento William O´Brie, um agitador político irlandês que batalhava por reformas agrárias na Irlanda. O protesto foi organizado pelo Federação Social Democrática e pela Liga Nacional Irlandesa. Neste dia, ocorreram violentos confrontos entre a polícia e manifestantes, que estavam armados com barras de ferro, facas e tubos de gás.

Relatos apontam que 400 pessoas foram presas, 75 ficaram seriamente feridos, dois policiais foram esfaqueados e um protestante foi ferido com uma baioneta. Em torno de 30 mil pessoas protestaram na Trafalgar Square, no centro de Londres. Ao menos 10 mil marcharam de várias direções da cidade, entre eles o dramaturgo George Bernard Shaw. Dois mil policiais e 400 soldados foram destacados para conter a manifestação.

Um novo protesto foi organizado para a semana seguinte, no dia 20 de novembro, resultando em mais confrontos e na morte do jovem Alfred Linnell, que não resistiu ao ferimentos sofridos após ser atropelado por um cavalo e morreu no dia seguinte no hospital. O Domingo Sangrento e suas consequências representaram importantes fatos na história da esquerda política britânica e irlandesa e foram eventos cruciais de mídia, que colocou em foco a “questão social” para a classe média, em grande parte por conta da condição de pobreza da parte leste da cidade, chamada de “East End” de Londres.

Até hoje esse dia é lembrado pela banda U2 que toca em todos os shows a música: Bloody Sunday! que faz tanto referencia a esse dia como um outro mesmo domingo sangrento do dia 30 de Janeiro de 1972!

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1822 – A vila de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, é elevada a cidade.

1845 – Morre o general Rondeau, que participou da luta pela emancipação da Argentina.

1860 – O presidente peruano Ramón Castilla promulga uma nova constituição, que permanece vigente até 1960.

1921 – Morre no exílio, em Paris, a Princesa Isabel.

1934 – O governo italiano determina que é obrigatório o uso de uniformes nas salas de aula.

1935 – No Egito, revoltas contra a presença britânica eclodem no país inteiro.

1940 – Estréia Fantasia, filme da companhia Disney.

1943 – Foi criada a FEB, Força Expedicionária Brasileira, contingente militar que participou da Segunda Guerra Mundial.

1945 – A Assembléia Nacional Constituinte francesa proclama o general Charles de Gaulle chefe do governo provisional.

1955 – Na Argentina, o general Pedro Aramburu é eleito presidente.

1958 – Na União Soviética, um novo plano econômico prevê crescimento industrial de 80% em sete anos.

1970 – As obras de terraplanagem são iniciadas para a construção do Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro.

1970 – Hafez al-Assad lidera um golpe de estado militar e sobe ao poder da Síria.

1971 – Entra em órbita a sonda norte-americana Mariner IX, para o estudo do planeta Marte.

1985 – A erupção do vulcão Nevada Del Ruiz causa a morte de mais de 20 mil pessoas na Colômbia.

1987 – Os Estados Unidos elevam as taxas sobre importados do Brasil.

1992 – Oficiais militares tentam, sem sucesso, assassinar o presidente peruano Alberto Fujimori e derrubar o seu governo.

1994 – Onze alpinistas morrem ao cair de uma encosta do Himalaia, no Nepal. A queda teria sido provocada por uma avalanche.

1997 – Um crise nas bolsas de valores dos países asiáticos atinge todo o mundo financeiro, incluindo Estados Unidos e América Latina.

1997 – Cientistas divulgam a possibilidade de existir água em Marte.

 

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *