Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 13 de Fevereiro – Peanuts!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 13 de Fevereiro – Peanuts!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 13 de Fevereiro do ano de 2000,  quando deixava de ser publicada, de maneira original, a popular tirinha Peanuts (também chamada de Minduim). Entre os seus principais personagens estavam Charlie Brown e o Snoopy.

Charles Monroe Schulz nasceu em Minneapolis, Minnesota (EUA), no dia 26 de novembro de 1922, mas cresceu em Saint Paul. Era filho único de Dena e Carl Schulz. Desde o nascimento, os quadrinhos tiveram um papel importante em sua trajetória. Com apenas dois dias de vida, um tio apelidou-o de Sparky por causa do cavalo Spark Plug, da tira Barney Google. Durante a adolescência, Charles e seu pai compartilharam um ritual: todos os domingos de manhã liam juntos os quadrinhos dos jornais. Charles sempre soube que queria ser cartunista e ficou muito feliz quando Robert Ripley publicou no Ripley’s Believe it or Not seus primeiros desenhos, em 1937.

13-02.1

Charles Schulz teve que pôr de lado suas ambições artísticas enquanto serviu na Segunda Guerra Mundial, embora não tenho deixado de desenhar esboços sobre o dia-a-dia militar. Após o final da Guerra, Schulz retornou a St. Paul para tentar batalhar pela carreira de cartunista. Entre 1947 e 1949 publicou a tira Li’l Folks no St. Paul Pioneer Press, seu primeiro trabalho reproduzido com regularidade. O nome Charlie Brown foi usado pelo primeira vez nessa tira, mas não era o mesmo personagem que se tornou conhecido por Peanuts. Li’l Folks também tinha um cachorro muito parecido com Snoopy.

Depois de muitos “nãos”, Schulz finalmente realizou seu sonho de ter uma tira nacional diária quando Peanuts debutou em sete jornais em 2 de outubro de 1950 e posteriormente se tornou um grande sucesso internacional. Em 1965, Schulz foi homenageado com o Reuben Award concedido pela National Cartoonist Society.

 Charles M. Schulz, morreu no dia anterior que a tirinha dos Peanuts deixou de ser publicada, no dia 12 de fevereiro, em Santa Rosa, na Califórnia, aos 77 anos. Peanuts era publicada desde 2 de outubro de 1950 e é considerada a tirinha mais popular, longa e influente da história. Ao todo, foram 17.897 tiras publicadas. No seu auge, Peanuts era publicada em mais de 2.600 jornais, com um público de 355 milhões de pessoas, em 75 países, e traduzida para 21 idiomas. Ainda hoje, reproduções das tirinhas são publicadas em vários jornais. A tirinha também se tornou extremamente popular em adaptações para televisão, conquistando prêmios Emmy. A franquia Peanuts ainda foi adaptada para o teatro.

13-02.2

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1130 – Papa Inocêncio II é eleito
1542 – Gonzalo Pizarro e Francisco de Orellana descobrem o Rio Amazonas.
A rainha da Inglaterra, Catherine Howard, é executada por ordem do marido, Henrique VIII.
1633 – Galileo Galilei é detido pela Inquisição da Igreja Católica.
1668 – Fim da Guerra da Restauração, com a assinatura do tratado de paz em Lisboa em que a Espanha reconhece definitivamente a independência de Portugal
1790 – Tabela cronológica da Revolução Francesa: supressão dos juramentos monásticos e das ordens religiosas.
1912 – O governo imperial chinês reconhece a República
1917 – É presa Mata Hari.
1920 – A Liga das Nações reconhece a neutralidade da Suíça.
1945 – Segunda Guerra Mundial: bombardeamento de Dresden.
1960 – França testa a primeira bomba atómica no deserto do Saara
1967 – Descoberto em Madri um livro com anotações de Leonardo da Vinci.
No Brasil a moeda nacional (Cruzeiro) é substituída pela de Cruzeiro Novo por causa do aumento da inflação.
1975 – A Turquia proclama a porção setentrional da ilha de Chipre Estado Federado Turco de Chipre (v. República Turca de Chipre do Norte).
1984 – Konstantin Chernenko é eleito novo secretário geral do Partido Comunista da URSS.
2001 – Um terremoto deixa centenas de mortos em El Salvador.
2006 – Início de reformas na Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *