Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 05 de Maio – Morre Napoleão Bonaparte

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 05 de Maio – Morre Napoleão Bonaparte

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 05 de Maio de 1821, quando morreu, na Ilha de Santa Helena, na costa africana, um dos generais mais importantes da História Militar Mundial e uma das figuras mais icônicas da História, Napoleão Bonaparte.

Um dos homens mais influentes na história moderna ocidental morria em um dia como este, no ano de 1821. Napoleão Bonaparte fora um militar brilhante e imperador da França, conquistador de grande parte do território europeu no início do século XIX. Aos 51 anos, ele morreu na ilha de Santa Helena, na costa da África, onde fora preso e exilado pelos britânicos no dia 15 de outubro de 1815. O líder político francês passou os últimos seis anos de sua vida confinado neste local.

Uma autópsia concluiu que ele morreu de câncer no estômago, mas há suspeitas de um longo e lento envenenamento por arsênio. Durante sua vida, Napoleão I foi imperador da França, de 18 de maio de 1804 a 6 de abril de 1814, posto que voltou a ocupar por poucos meses em 1815 (20 de março a 22 de junho), conhecido como o “Governo dos 100 dias”, quando ele escapou de seu primeiro exílio, da Ilha de Elba, no litoral italiano. Por meio das Guerras Napoleônicas, foi responsável por estabelecer a hegemonia francesa sobre a maior parte da Europa e moldar o destino de vários outros países pelo mundo, como por exemplo o Brasil e as colônias espanholas nas Américas que, aproveitando a invasão da Espanha por Napoleão, rapidamente começaram seus movimentos de independência.

Napoleão foi preso pelos britânicos depois de uma série de derrotas militares, entre elas, a famosa Batalha de Waterloo. Nascido em 15 de agosto de 1769, em Ajaccio, na Córsega, Napoleão ficou conhecido por sua genialidade e estrategismo. Suas vitoriosas campanhas o transformaram num personagem extremamente influente dentro da política francesa. Totalmente dominado por sua ambição imperialista, executou uma invasão ao Egito onde, pela primeira vez, enfrentou os ingleses, antes de aplicar um golpe de estado na França, no final de 1799, tornando-se o primeiro cônsul francês e homem mais poderoso da nova república. Em 1804, num ato de autoproclamação, transformou-se em monarca no Primeiro Império Francês, iniciando uma série de campanhas militares que culminariam na conquista de vastos territórios na Europa e África, o que, inevitavelmente, resultaram em imensos conflitos bélicos com outras grandes potências de seu tempo, que formaram várias alianças e Coalizões contra a França: Prússia, Áustria, Reino Unido e Rússia .

Em um sinal de respeito, em 1840, os restos mortais de Napoleão foram cremados pelo Governo Francês e colocados em um monumental sarcófago dentro do Hospital dos Inválidos, em Paris. No decorrer do tempo, a maioria dos Bonaparte ligados diretamente com Napoleão também foram cremados e colocados em câmaras laterais à câmara do sarcófago de Napoleão, como por exemplo os 2 irmãos de Napoleão, José e Jerônimo Bonaparte.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1494 – Cristóvão Colombo descobre a Jamaica;
1620 – Começa a Dinastia de Bragança, em Portugal, dinastia de D. Pedro I;
1818 – Nasce Karl Marx, filósofo, sociólogo e teórico político alemão;
1956 – Os EUA detonam uma bomba nuclear no campo de testes de Eniwetok, iniciando nova série de experiências;
1961 – Alan Shepard torna-se o primeiro astronauta americano a fazer um vôo suborbital, a 185 km de altitude;
1965 – Morre em Recife, aos 70 anos, o poeta Ascenso Ferreira;
1973 – Éder Jofre conquista o título mundial de boxe peso-pena;
1983 – O Instituto Pasteur de Paris identifica o vírus da AIDS;
1991 – Milhares de pessoas realizam uma passeata em Taipei, capital de Formosa, contra a construção de uma usina nuclear;
2001 – Aparece em Santana do Livramento RS, o primeiro foco de febre aftosa no Brasil desde que se declarou a epidemia, na Argentina e no Uruguai;
2004 – Quadro de Picasso, “Menino com cachimbo”, quebra recorde em leilões. A obra é vendido por 104 milhões de dólares em Nova York;

Fonte:

Opera-Mundi

Barsa Saber

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *