Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 03 de Dezembro – O primeiro transplante!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 03 de Dezembro – O primeiro transplante!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 3 de dezembro de 1967, onde Lewis Washkansky, de 53 anos, era submetido ao primeiro transplante de coração humano do mundo no Hospital Groote Schuur, na Cidade do Cabo, África do Sul. Washkansky, que trabalhava em uma mercearia, sofria de uma doença cardíaca crônica que não tinha cura. Ele recebeu o transplante de Denise Darvall, de 25 anos, que morreu em um acidente de carro.

O cirurgião Christiaan Barnard conduziu a operação médica revolucionária. Após a cirurgia, Washkansky recebeu medicação para combater a rejeição do seu corpo ao coração. Contudo, os remédios o deixaram mais suscetível a doenças e ele morreu de dupla pneumonia 18 dias após a cirurgia. Contudo, seu coração estava funcionando normalmente até sua morte.

Na década de 1970, o aperfeiçoamento de drogas contra a rejeição tornou o transplante mais viável. Dr. Barnard continuou a realizar operações de transplante de coração e, no final da década de 1970, muitos de seus pacientes estavam vivendo até cinco anos com os seus novos corações. Cirurgias de transplante de coração bem sucedidas ainda são realizadas, contudo, o grande desafio é encontrar doadores de órgãos apropriados para quem precisa.

Como funciona o transplante de coração?

Há duas técnicas principais. Uma delas é chamada de clássica e a outra de bicaval. A diferença básica está no quanto de tecido do coração velho permanece no corpo do transplantado. A bicaval é a técnica que usa menos “sobra” do antigo órgão. Permanece no paciente apenas um restinho do átrio esquerdo (uma das quatro câmaras que formam o coração), que é conectado ao novo órgão. Hoje a cirurgia bicaval é usada em cerca de 60% dos transplantes realizados no mundo. No Brasil, só em 2003, foram realizados 175 transplantes desse órgão.

No planeta são mais de 3 mil casos por ano. A freqüência com que a cirurgia é feita mostra que ela não é mais um mistério. Mas, em dezembro de 1967, todos ficaram assombrados quando o médico sul-africano Christian Barnard fez o primeiro transplante de coração inter-humanos. Apenas cinco meses depois, em maio de 1968, o cirurgião brasileiro Euryclides de Jesus Zerbini, que havia estudado com Barnard nos Estados Unidos, fazia o primeiro transplante na América Latina e o quinto do mundo! Apesar de hoje essa operação ser superconhecida, ela só é utilizada como último recurso. “Primeiro tentamos o uso de medicamentos ou uma cirurgia convencional.

O transplante só é indicado para pacientes em fase de evolução avançada de uma doença cardíaca”, diz o cirurgião cardíaco Noedir Stolf, chefe do setor de transplantes do Instituto do Coração (Incor), de São Paulo. Isso porque a operação envolve vários fatores de risco, como infecções e a possibilidade de o novo coração ser rejeitado pelo organismo do paciente. Mesmo assim, o índice de sobrevivência após o transplante é grande. “Ele é de 80% durante um ano ou mais. Com o passar do tempo, claro, esse índice vai se reduzindo. Até chegar a cerca de 50% de chance de o transplantado sobreviver ao longo de dez anos ou mais”, afirma Noedir. Pode parecer pouco, mas para quem tinha um órgão cambaleante e estava à beira da morte, é como nascer de novo.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1530 – Parte de Lisboa a expedição de Martim Afonso de Sousa, que resultaria na instalação administrativa da primeira cidade do Brasil.

1549 – O imperador Carlos V proibe que qualquer pessoa vá em direção à América, sem pedir permissão a coroa espanhola.

1808 – As tropas de Napoleão Bonaparte ocupam Madri.

1833 – Nasce o médico cubano Carlos Finlay, que fez a descoberta do agente trasnsmissor da febre amarela. Ele morreu em 1915.

1855 – O presidente Ramón Castilla decreta a abolição da escravatura no Peru.

1879 – Thomas Edison faz primeira demonstração com lâmpada elétrica.

1902 – Morre em Piracicaba o presidente Prudente de Moraes. Ele foi o primeiro a ser eleito por voto popular.

1904 – Nasce o dono das Organizações Globo, Roberto Marinho.

1910 – Luzes de neon são vistas pela primeira vez em Paris numa exposição de automóveis.

1910 – A França ocupa o porto marroquino de Agadir.

1914 – A Bélgica é submetida à administração militar alemã.

1919 – Morre o pintor francês Auguste Renoir.

1937 – Getulio Vargas dissolve a Ação Integralista.

1946 – O governo norte-americano pede que as Nações Unidas removam o ditador Francisco Franco, da Espanha.

1948 – O barco Kiangya, que estava com refugiados da guerra civil chinesa, explode no mar da China, matando 1,1 mil pessoas.

1950 – Em Cleveland, nos Estados Unidos, Charles Bailly anuncia o descobrimento de um mecanismo cardíaco-pulmonar para reanimar pessoas clinicamente mortas.

1953 – Cientistas da cidade de Iowa, nos Estados Unidos, anunciam a primeira experiência com espermatozóides humanos.

1954 – Marlon Brando faz sua estréia como ator da Broadway na peça Um Bonde Chamado Desejo. O enorme sucesso da peça o torna famoso.

1967 – O primeiro transplante de coração humano acontece na cidade do Cabo, na África do Sul. Louis Washkansky vive apenas 18 dias.

1971 – A Índia decreta estado de emergência depois de sofrer um ataque aéreo do Paquistão.

1973 – O satélite Pioneer 10 ultrapassa a órbita de Júpiter.

1984 – Um gás venenoso é emitido por uma fábrica da Union Carbide na Índia. O acidente provoca a morte de mais de 2 mil pessoas.

1991 – O Japão aprova ação militar no exterior.

1992 – O conselho de Segurança da ONU aprova a intervençao militar na Somália.

1994 – Dayvison André da Silva, de 13 anos, consegue fugir do cativeiro em que foi mantido como refém durante dois anos e sete meses, na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

1996 – Sonda espacial encontra gelo na Lua.

1996 – Uma bomba explode em um trem de passageiros em Paris, matando quatro pessoas e deixando 86 feridos.

2000 – O tenista brasileiro Gustavo Kuerten termina o ano como melhor colocado nos rankings de tênis profissional da ATP, ao vencer o norte-americano André Agassi, na final do Masters de Lisboa.

2000 – O Paquistão oferece trégua à Índia sobre a disputa da zona da fronteira de Cashemira.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Um comentário sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 03 de Dezembro – O primeiro transplante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *