Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 01 de Janeiro – O primeiro ano novo!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 01 de Janeiro – O primeiro ano novo!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 01 de Janeiro do ano de 45 a.C, quando o Dia de Ano Novo foi comemorado em 1o. de janeiro pela primeira vez na história como a entrada em vigor do calendário juliano. Logo depois de se tornar ditador romano, Júlio César decidiu que o calendário tradicional romano estava precisando urgentemente de uma reforma. Introduzido em torno do século VII a.C, o calendário romano tentou seguir o ciclo lunar, mas, com frequência, ficava fora de sincronia com as estações do ano e tinha que ser corrigido. Além disso, os pontífices, encarregados de supervisionar o calendário, muitas vezes abusavam da sua autoridade, acrescentando dias para prolongar termos políticos ou interferir em eleições.
Na concepção de seu novo calendário, César contou com a ajuda de Sosígenes, astrônomo de Alexandria, que o aconselhou a deixar o ciclo lunar e seguir o ano solar, assim como os egípcios. Desta forma, o ano foi calculado com 365 e 1/4 dias, e César adicionou 67 dias ao ano 46 a.C, fazendo 45 a.C começar em 1 de janeiro, em vez de março. Ele também decretou que a cada quatro anos deveria ser adicionado um dia a fevereiro, mantendo, assim, teoricamente, o calendário no ritmo adequado. Pouco antes de seu assassinato em 44 a.C, ele mudou o nome do mês Quintilis para Julius (julho) em uma homenagem a si próprio. Mais tarde, o mês de Sextilis foi renomeado Augustus (agosto) após o seu sucessor.
Celebração do Dia de Ano Novo em janeiro deixou de acontecer durante a Idade Média, e mesmo aqueles que seguiam o calendário juliano não observaram o Ano Novo exatamente em 1 de janeiro. A razão deste último é que César e Sosígenes não conseguiram calcular o valor correto para o ano solar. Assim, um erro de 11 minutos por ano acrescentou sete dias no ano mil e 10 dias até meados do século 15.
Ciente do problema, na década de 1570, o Papa Gregório XIII encomendou ao astrônomo jesuíta Christopher Clavius um novo calendário. Em 1582, o calendário gregoriano foi implementado, omitindo 10 dias desde ano. Além disso, os anos seculares só são considerados bissextos se forem divisíveis por 400. Desta forma, a diferença (atraso) de três dias em cada 400 anos observada no calendário juliano desaparece. Desde então, pessoas de todo o mundo se reuniram em massa em 1 de janeiro para celebrar a chegada exata do Ano Novo.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1 ou 1º de janeiro (AO 1945: 1 de Janeiro) é o 1.º dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 364 para acabar o ano (365 em anos bissextos).
404: A última competição de gladiadores aconteceu em Roma.
1438: Alberto II de Habsburgo torna-se Rei da Hungria.
1800: Acaba a Companhia Neerlandesa das Índias Orientais.
1876: O Reichsbank é aberto em Berlim.
1877: A Rainha Vitória é proclamada Imperatriz da Índia.
1880: Início da construção do Canal do Panamá por Ferdinand de Lesseps.
1912: Forma-se a República da China.
1938: Brasil: Getulio Vargas inicia o Estado Novo.
1944: Criação da Academia Militar das Agulhas Negras.
1983: É criada a Internet.
1998: O Banco Central Europeu é criado.
2005: A Turquia adota uma nova moeda, a nova lira turca, a qual vale 1.000.000 das antigas liras.
Esta data é o Dia Mundial da Paz, além de Dia da Fraternidade Universal, sendo assim, um feriado internacional, adotado por quase todas as nações do planeta. Neste dia, tomam posse os presidentes do Brasil e da Suíça, sendo que no caso do Brasil, também tomam posse os governadores.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Um comentário sobre “Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 01 de Janeiro – O primeiro ano novo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *