Cabine Histórica: Viagem ao passado do 10 de Julho – Nasce Tesla!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do 10 de Julho – Nasce Tesla!

 Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 10 de julho um dos inventores da modernidade nascia em um dia como este, no ano de 1856. Estamos falando de Nikola Tesla, um inventor que fez história nos campos da engenharia mecânica e elétrica. Tesla nasceu na cidade de Smiljan, no então Império Austríaco, onde hoje está a Croácia.

Ele é conhecido por suas contribuições revolucionárias no campo do electromagnetismo, no fim do século XIX e início do século XX. Suas patentes e seu trabalho teórico formam as bases dos modernos sistemas de potência eléctrica em corrente alternada (AC), assim como os sistemas polifásicos de distribuição de energia e o motor AC. Tesla contribuiu em diferentes níveis nas áreas da robótica, controle remoto, radar e ciência computacional, e para a expansão da balística, física nuclear, e física teórica.

Em 1884, Tesla se mudou para os EUA, onde obteve fama e se tornou um dos cientistas mais conhecidos do país. Contudo, ele possuía uma personalidade muito excêntrica – com manias e fobias – e também defendia ideias controversas. Acabou no ostracismo e era visto como um cientista louco. Também nunca se casou ou se preocupou muito com o seu dinheiro. Morreu pobre, aos 86 anos, em Nova York, no dia 6 de janeiro de 1943.

Em sua homenagem, no ano de 1960, foi criado o “tesla”, uma unidade do Sistema Internacional que mede a densidade do fluxo magnético ou a indução magnética (geralmente conhecida como campo magnético “B”). A cratera Tesla no lado mais distante da Lua e o planeta menor 2244 Tesla foram também nomeados em sua honra.

 

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1509 – Nasce Juan Calvino, teólogo francês estabelecido em Genebra, autor da Reforma Protestante.

1555 – A cidade de Havana é assaltada, incendiada e destruída pelo pirata francês Jacques de Sores.

1825 – A Bolívia recebe seu atual nome em homenagem ao libertador Simón Bolívar.

1830 – Nasce Camilo Pissarro, pintor francês.

1851 – Morre Jacques Daguerre, inventor francês, um dos pais da fotografia.

1863 – Sob a pressão das forças francesas, a Junta de Notáveis do México declara que a nação aceita o regime monárquico e oferece a coroa ao arquiduque Maximiliano de Áustria.

1871 – Nasce Marcel Proust, escritor francês.

1904 – Porfirio Díaz é reeleito presidente do México por outros seis anos.

1908 – Explode na Guiana uma insurreição contra a Espanha.

1921 – A Mongólia Exterior se declara independente e um governo popular provisório é constituído.

1939 – Tropas soviéticas são expulsas pelos japoneses na fronteira de Manchukuo.

1940 – O marechal Petain assina uma nova constituição, o que equivale ao nascimento da III República francesa.

1941 – Segunda Guerra mundial: a Finlândia ataca a URSS.

1941 – Nasce Alain Krivine, escritor e dirigente político francês.

1949 – No Festival Cinematográfico de Knokke (Bélgica), o filme Ladrões de Bicicleta, de Vittorio de Sicca é premiado. O filme é um dos expoentes do neorealismo italiano.

1950 – Morrem 300 pessoas e mais de mil ficam feridas na Colômbia, devido a violentos tremores de terra.

1956 – A Câmara dos Lordes britânica recusa a abolição da pena de morte, aprovada pela Câmara dos Comuns.

1957 – Morre Curzio Malaparte, escritor italiano.

1964 – Mary Quant apresenta a minissaia.

1973 – As Ilhas Bahamas obtém a independência dentro da Comunidade Britânica de Nações.

1973 – O presidente Héctor J. Cámpora e o vice-presidente Solano Lima renunciam a seus cargos para que Perón possa voltar à Presidência da Argentina.

1978 – Um golpe de Estado militar derruba o presidente da Mauritânia, Uld Dadah.

1983 – Morre Estrellita Castro, cantora espanhola.

1991 – Borís Yeltsin assume o cargo de presidente da Federação Russa.

1992 – A Conferência de Segurança e cooperação na Europa aprova a possibilidade de uso da força em caso de conflitos regionais no Continente.

1992 – O ex-presidente panamenho Manuel Antonio Noriega é condenado a 40 anos de prisão por narcotráfico.

1994 – Vitória de Leonid Kuchma nas eleições presidenciais da Ucrânia, e de Alexander Lukashenko, nas primeiras eleições presidenciais da Bielorrúsia.

2000 – Morrem ao menos 140 pessoas no desmoronamento de uma montanha de lixo, localizada onde essas pessoas viviam, em Manila, capital das Filipinas.

2001 – Um júri norte-americano condena à prisão perpétua o terrorista islâmico Jalfan Jamis Mohamed, autor do atentado contra a Embaixada dos Estados Unidos na Tanzânia, no qual morreram 11 pessoas.

2001 – O ex-ditador argentino Jorge Rafael Videla é preso por sua participação no Plano Condor, organizado para acabar com a esquerda na América do Sul.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *