Cabine Histórica: Viagem ao passado do 05 de Agosto – Morre Carmen Miranda!

Cabine Histórica: Viagem ao passado do 05 de Agosto – Morre Carmen Miranda!

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 5 de agosto de 1955 onde milhares de fãs choraram a morte da cantora Carmen Miranda. Ela morreu aos 46 anos, em sua casa em Los Angeles, nos EUA, vítima de um ataque cardíaco fulminante.

Nascida no dia 9 de fevereiro de 1909, em Marco de Canaveses, em Portugal, ela tinha pouco menos de um ano quando veio com a família para o Rio de Janeiro. Com vocação para seguir a carreira artística, aos 20 anos, foi apresentada ao compositor Josué de Barros que, encantado com seu talento, passou a promovê-la em editoras e teatros. O sucesso não demorou a chegar e veio no ano seguinte com a marcha “Pra Você Gostar de Mim” (“Taí”), de Joubert de Carvalho. Pouco depois, ela já era apontada como uma das principais cantoras do Brasil.   Em seguida, Carmem assinou contrato com a rádio Mayrink Veiga, onde ficou até 1936, quando se transferiu para a Tupi. Em 20 de janeiro de 1936, estreou o filme “Alô, Alô Carnaval” com a famosa cena em que ela e Aurora Miranda, sua irmã, cantam “Cantoras do Rádio”.   Três anos depois, veio a chance de fazer carreira nos Estados Unidos.

A estreia de Carmem aconteceu no espetáculo musical “Streets of Paris”, em Boston. Seu sucesso de crítica e público foi enorme. Sua fama não parou de crescer e, no dia 5 de março de 1940, ela se apresentou ao presidente Franklin Roosevelt durante um banquete na Casa Branca. Entre 1940 e 1953 atuou em 14 filmes em Hollywood e esteve nos mais importantes programas de rádio, TV e teatros dos EUA. Carmem Miranda chegou a receber o maior salário até então pago a uma mulher nos Estados Unidos.   Em 1947, ela se casou com o norte-americano David Sebastian, com quem viveu uma relação bastante difícil. Nos EUA, Carmen começou a usar barbitúricos para dar conta da sua agenda lotada. Além disso, bebia e fumava bastante, o que potencializava o efeito dos remédios. Em 1954, ela retornou ao Brasil após 14 anos e fez tratamento no Rio de Janeiro para se desintoxicar. No ano seguinte, Carmem retornou aos EUA após leve melhora, mas, não demorou muito voltou aos antigos vícios, o que acabou resultado na sua prematura morte, em 1955.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1498 – Na sua terceira viagem à América, Colombo pisa pela primeira vez em terra continental na enseada de Yacua, situada na costa sul da península de Paria, na atual Venezuela.

1772 – Tratado de São Petersburgo, através do qual se confirma a primeira divisão da Polônia entre seus países vizinhos.

1775 – Pela primeira vez entra um barco na baia de San Francisco da Califórnia, o “San Carlos”, capitaneado por Juan Manuel de Ayala.

1827 – Nascimento do Marechal Deodoro da Fonseca, primeiro presidente da República brasileira.

1829 – Estréia de “Guilherme Tell”, de Rossini, na Ópera de Paris.

1850 – Manuel Isidoro Belzú é proclamado presidente constitucional da Bolívia.

1850 – Nasce o escritor francês Guy de Maupassant.

1872 – Nascimento do médico Oswaldo Cruz, Diretor Geral de Saúde Pública no Brasil, a partir de 1903. Ele foi o grande sanitarista brasileiro, combatendo epidemias de febre amarela, varíola e peste bubônica.

1886 – A Colômbia se organiza politicamente como República Central Unitária.

1895 – Morre Friedrich Engels criador, junto com Karl Marx, do socialismo científico. Em 1847, os dois escreveram o Manifesto Comunista, cujas teses constituem a base do materialismo histórico.

1905 – Através da mediação do presidente norte-americano Theodore Roosevelt, o Tratado de Portsmouth é assinado, dando fim à guerra entre Rússia e Japão.

1906 – Nascem os norte-americanos John Huston, cineasta, e Wassily Leontief, prêmio Nobel de Economia 1973.

1914 – Espanha e EUA se declaram neutras na Primeira Guerra Mundial.

1915 – Primeira Guerra: tropas alemãs tomam Varsóvia.

1918 – A Áustria capitula ante as tropas aliadas.

1919 – O general turco Mustafá Kemal Bajá se revolta, junto com seus partidários do congresso nacionalista de Erzurum, contra o governo de Damad Ferid.

1920 – Em Moscou, a “Carta do Construtivismo” se torna pública. O documento revelava um movimento artístico de Pevsner e Gabo.

1929 – Inauguração do serviço radiotelegráfico entre Berlim e México.

1930 – Nasce Neil Armstrong, cosmonauta norte-americano.

1936 – Na Colômbia, a Constituição de 1886 é reformada, com a introdução da separação Igreja-Estado.

1936 – O atleta negro norte-americano Jesse Owens ganha a terceira medalha de ouro na Olimpíada de Berlim, na Alemanha. Na época, o país estava sob o domínio do nazismo.

1941 – Segunda Guerra Mundial: os alemães esmagam as tropas soviéticas em Smolensko.

1942 – O médico polonês Janusz Korczack é executado no campo de extermínio de Treblinka. Korczack era diretor do orfanato judeu de Varsóvia e não aceitou separar-se de suas crianças, quando estas foram levadas a Treblinka.

1947 – O presidente Truman determina que o governador de Porto Rico seja eleito pelo povo porto-riquenho, e não pelo presidente dos EUA.

1949 – Mais de três mil mortos em um violento terremoto registrado no Equador.

1950 – Luís Carlos Prestes, secretário-geral do PC, conclama a criação de um exército popular no Manifesto de Agosto, publicado no jornal Voz Operária.

1954 – Atentado a tiros na rua Toneleros fere Carlos Lacerda e mata o major-aviador Rubens Vaz.

1955 – O Volkswagen de número 1 milhão é produzido na fábrica em Wolfsburg. O Käfer, besouro em alemão, trata-se do Fusca, como é conhecido no Brasil.

1955 – A cantora Carmen Miranda morre aos 46 anos, vítima de um ataque cardíaco.

1962 – Começa a “crise dos mísseis” de Cuba, com o bloqueio norte-americano da ilha.

1962 – Morre a atriz norte-americana Marilyn Monroe (Norma Jean Baker), sob suspeita de suicídio com barbitúricos, aos 36 anos.

1974 – Morrem aproximadamente duas mil pessoas, quando um terço da cidade de Bangladesh fica coberto por água.

1984 – Morre Richard Burton, ator britânico estabelecido em Hollywood.

1985 – Paul Bregman, tripulante do bombardeiro que lançou uma bomba atômica sobre Nagasaki em agosto de 1945, se suicida em sua casa de Los Angeles (EUA).

1988 – As tropas soviéticas abandonam Kandahar, antiga capital do Afeganistão.

1992 – Guerra dos Balcãs: o embaixador da Bósnia-Herzegovina denuncia ante a ONU que os servio-bosnios assassinaram 17 mil civis.

1994 – Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai decidem em Buenos Aires criar uma zona de livre comércio entre MERCOSUL e Bolívia.

1995 – O secretário de Estado norte-americano, Warren Christopher, e o secretário vietnamita, Nguyen Manh Cam, firmam em Hanói a normalização das relações entre ambos países, após 20 anos.

2000 – O ex-chefe da polícia da Cidade do México, Arturo Durazo, morre aos 82 anos em Acapulco. Conhecido por “El Negro”, Durazo marcou um longo período de corrupção policial.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >>  Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *