Cabine Histórica – Fatos históricos do dia 29 de Dezembro – Impeachment!

Cabine Histórica – Fatos históricos do dia 29 de Dezembro – Impeachment!

Cabine histórica é o registro dos principais fatos históricos da humanidade que devem ser lembrados por toda a linha temporal e que cada ano serão atualizados, segue o que ocorreu em 29 de dezembro:

No dia 29 de dezembro de 1992, com aprovação da Câmara dos Deputados e do povo com a campanha “fora Collor”, renunciava Fernando Affonso Collor de Mello, primeiro presidente eleito por voto direto após o fim do regime militar.

Em 1889, começavam as campanhas para a primeira eleição direta no país, após três décadas de ditadura. Apresentando-se, em sua campanha, como o “caçador de marajás”, Collor de Mello foi eleito em 1990, com 35 milhões de votos, contra os 31 milhões alcançados pelo segundo colocado, o então sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva.

Acusado por seu ex-tesoureiro de campanha, Paulo César Farias, de montar um esquema de corrupção e após perder o apoio de seus eleitores – gerando, inclusive, o chamado “movimento dos caras pintadas”, em favor de sua retirada – devido ao insucesso de seu plano de estabilização da economia, o então presidente teve seu governo desgastado, o que o levou, após 180 dias de processo, a ser afastado do cargo e substituído por seu vice, Itamar Franco.

Célio Losnak, professor de história na Unesp, aponta outros fatores que levaram Collor a perder seu cargo. “Houve uma mobilização política de segmentos da sociedade civil e do próprio setor parlamentar de oposição ao governo, de forma que o então presidente se viu isolado, perdeu o apoio que tinha”,salienta. O professor também lembra que houve participação de alguns veículos de comunicação no processo de retirada do ex-presidente. “Veículos da grande imprensa, tais como Folha e Estadão, contribuíram para denunciar a estrutura corrupta do governo”, observa.

Em 2007, apesar de sua passagem anterior, Fernando Collor retorna ao cenário político, como senador – por Alagoas. Ainda assim, o professor ressalta a importância do processo que fez com que o então presidente renunciasse e tivesse seu impeachment aprovado pelo Senado. “A sociedade avaliou que o presidente não tinha uma conduta digna de seu cargo. A inadequação foi julgada sem que o setor militar se envolvesse e sem que houvesse movimentações armadas, de forma que as diversas instituições se uniram para a retirada de Collor, o que revelou uma maturidade política e um marco democrático para o país”, finaliza.

Veja mais fatos históricos nesse dia:

 

1170 – Assassinato de Thomas Becket, chanceler da Inglaterra e arcebispo de Centerbury, canonizado em 1173.

1800 – Nasce Charles Goodyear, inventor do processo de vulcanização.

1808 – Nasce Andrew Johnson, presidente dos Estados Unidos.

1876 – Nasce Pablo Casals, violoncelista, diretor e compositor espanhol.

1917 – Lei estadual de São Paulo proíbe o trabalho noturno infantil e feminino.

1937 – A Irlanda adota seu nome atual: Eire.

1949 – A Hungria nacionaliza suas indústrias e o país passa a viver sob regime comunista.

1949 – Começa a operar a primeira estação de televisão UHF, em Bridgeport, nos Estados Unidos.

1972 – Os 14 sobreviventes do acidente aéreo na Cordilheira dos Andes são resgatados após 71 dias. Membros de um time uruguaio de rúgbi, eles comeram a carne das pessoas mortas para sobreviver.

1975 – Uma bomba explode num terminal do Aeroporto de LaGuardia em Nova Iorque, matando 11 pessoas.

1980 – Descoberta na província chinesa de Yunnan, um crânio humano de aproximadamente oito milhões de anos.

1992 – Fernando Collor de Melo renuncia a Presidência da República e Itamar Franco assume a liderança do país.

1992 – Ocorre o acordo entre Estados Unidos e Rússia sobre o tratado de redução de armas nucleares estratégicas.

1994 – O presidente Itamar Franco aprova a lei que garante a homens e mulheres não casados o direito a pensão alimentícia e a herança de companheiros mortos.

1996 – A Coréia do Norte pede desculpas oficiais pela incursão de um submarino nas águas da Coréia do Sul. As tropas sul-coreanas mataram 24 dos 26 ocupantes da embarcação.

1996 – Guerrilheiros e líderes governamentais da Guatemala assinam um acordo, pondo fim a 36 anos de conflito civil no país.

1997 – Rebeldes integralistas muçulmanos matam 42 pessoas em províncias da Argélia. Em um dos ataques, um grupo invade uma mesquita e atirou nos fiéis durante as orações.

1998 – Líderes do Kmer Vermelho pedem perdão pelo genocídio que cometeram em Camboja na década de 70, matando mais de 1 milhão de pessoas.

1999 – O índice Nasdaq da bolsa de valores norte-americano bate um novo recorde, ultrapassando 4000 pontos.

Fontes:

Redação Terra

Mundo Digital

 

Gostou do Post? Curta e compartilhe a page no facebook do cabine > http://migre.me/bzzbE

Um comentário sobre “Cabine Histórica – Fatos históricos do dia 29 de Dezembro – Impeachment!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *