Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 11 de Outubro – Adeus Renato Russo…

Cabine Histórica: Viagem ao passado do dia 11 de Outubro – Adeus Renato Russo…

Cabine histórica é a nossa viagem com a C.A.T.I.A aos fatos históricos da humanidade e por toda a linha temporal,hoje viajamos para:

O dia 11 de outubro de 1996 quando morria o Cantor, compositor e líder da banda que fez sucesso nos anos 80 e 90, o vocalista e baixista Renato Russo morreu , no Rio de Janeiro, vítima de complicações da AIDS.

Renato Russo (1960-1996) foi um cantor e compositor brasileiro de Pop Rock, líder da banda Legião Urbana.

Renato Manfredini Júnior nasceu no Rio de Janeiro. Era filho de funcionário público. Viveu dois anos nos EUA por conta de uma transferência profissional de seu pai. As influências que adquiriu naquele lugar foram determinantes em sua futura carreira de músico.

No Brasil, Renato Russo, já adolescente, criou a banda Aborto Elétrico, que continha fortes traços da música punk. Depois, juntou-se a Marcelo Bonfá, Eduardo Paraná e Paulo Guimarães e formou a banda Legião Urbana. Na nova banda, Renato Russo já tinha adquirido influências importantes, como o cantor Morrissey da banda The Smiths, e Robert Smith, da banda The Cure. No ano de 1983, Dado Villa-Lobos assumiria a guitarra da banda.

A banda Legião Urbana participou da efervescência do rock brasileiro dos anos 80, e é considerada exitosa em número de fãs e em repercussão musical. Entre as músicas mais tocadas nas rádios e na televisão, a Legião Urbana sempre estava entre as 5 mais tocadas. Os álbuns mais importantes são “Legião Urbana 2” (1986) e o Quatro Estações”(1989).

Renato Russo partiu para a carreira solo em 1993, alternando entre trabalhos de qualidade razoável e de pouca repercussão. Alguns álbuns importantes: “The Stonewall Celebration Concert” (1993),
“Equilíbrio Distante” (1995) e “O Último Solo” (1997).

Renato Russo era assumidamente bissexual, o que fez questão de tornar público em sua canção “Meninos e Meninas”, do álbum “Quatro Estações”.

Renato Russo morreu com apenas 36 anos em decorrência da AIDS, doença que descobriu em 1989.

Saiba mais sobre ele pelo documentário por toda a minha vida:

Veja mais fatos históricos nesse dia:

1737 – Um terremoto em Calcutá mata 300 mil pessoas.
1833 – Inicia em Buenos Aires a revolta chamada “Los restauradores”, dirigida pelos federais, contra o governo de Juan Ramón Balcarce.
1880 – Colômbia e Chile assinam um tratado de paz.
1915 – Nasce Arthur Miller, escritor norte-americano.
1916 – Pressionado pela direita, o ministro alemão da Guerra ordena o censo entre judeus nas Forças Armadas alemãs. O objetivo era comprovar que os judeus se esquivavam de lutar na frente de batalha da Primeira Guerra Mundial. O censo deflagrou uma nova onda de anti-semitismo no país.
1928 – O dirigível alemão Conde Zeppelin levanta vôo para a primeira viagem aos Estados Unidos.
1930 – Getúlio Vargas transmite o governo do Rio Grande do Sul para Osvaldo Aranha, que participou da Revolução Federalista de 1923.
1962 – O papa João XXIII inaugura o Concílio Vaticano II, que moderniza o espírito e as estruturas da igreja Católica.
1963 – As Nações Unidas condenam o apartheid, regime de segregação racial na África do Sul, por 106 votos a um.
1963 – Morre Edith Piaf, cantora francesa.
1967 – Inundações em Buenos Aires causam a morte de 50 pessoas e obrigam outras 190 mil a evacuar a capital argentina.
1977 – A lei que cria o estado do Mato Grosso do Sul, a partir de 1º de janeiro de 1979 é sancionada.
1981 – O atleta brasileiro Pepê vence o campeonato mundial de vôo livre e torna-se símbolo da geração saúde.
1991 – Fidel Castro culpa a URSS pela crise econômica cubana no IV Congresso do Partido Comunista Cubano, em que é reeleito líder.
1992 – Os reis da Espanha presidem em Sevilha a comemoração do quinto centenário de descobrimento da América.
1993 – O Conselho central da OLP rartifica o acordo de paz com Israel e decreta Yasser Arafat como autoridade máxima palestina.
1996 – O vocalista da banda Legião Urbana Renato Russo morre de insuficiência pulmonar, aos 36 anos e com apenas 45 quilos. Ele tinha Aids desde 1990.
1999 – O cientista alemão Gunter Blobel vence o prêmio Nobel de Medicina, pela descoberta de que as proteínas “emitem sinais internos que governam seu transporte e a localização na célula”.

Fonte:

Redação Terra

History Channel

Gostou do Post?

Curta e compartilhe a page >> Cabine do tempo no facebook! e o Twitter do cabine do tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *