Cabine Crítica : Lucy (2014)

Cabine Crítica : Lucy (2014)

Salve, Salve Cabineiros! aqui é Samuel Ragnus! voltando dessa vez para falar de Lucy! quem diria que Luc Beson,Scarlett Johansson,Morgan Freeman e Min-sik Choi (O Oldboy original!) juntos e misturados em um filme de ação e ficção cientifica! e ae? colou? vamos lá descobrir agora nesse cabine critica!

Longas de ação com mulheres é meio raro e de ficção cientifica e ação é mais raro ainda! qual a primeira protagonista que vocês lembram? A Ripley de Alien 2 né? mas imaginem um filme desse com uma protagonista linda mas sem evocar o lado sexual e sim o intelectual! esse senhoras e senhores é Lucy!

O filme foi dirigido por Luc Besson conhecido por dirigir filmes de ação com roteiros bem criativos como:Nikita – Criada Para Matar ,O Profissional,O quinto elemento e agora com Lucy e detalhe! todos são roteirizados por Luc! a diferença é o grau de drama e complexidade de cada um.

Loira burra é meu passado!

Loira burra é meu passado!

E é justamente isso que roteiro quis passar: O que aconteceria se uma garota comum (Lucy, vivida por Scarlett Johansson) desenvolve-se acidentalmente a capacidade de ampliar o uso do seu cérebro a ponto de rivalizar com a teoria de superar os 10% da capacidade cerebral do ser humano mas o que aconteceria se ela pudesse evoluir? o que ela faria?

Ae que entra o grande Morgan Freeman! pois apesar dela desenvolver uma alta inteligencia, sua sabedoria ainda é dependente de um Tutor para guia-la em seu objetivo… que é… Assistam o filme que saberão!

Lucy.. você vai me deixar viver?  Claro! eu preciso de um vilão no meu filme!

Lucy.. você vai me deixar viver?
Claro! eu preciso de um vilão no meu filme!

Dai vocês me perguntam onde entra o personagem de Min-sik Choi? (o Oldboy macho!)

Pois é… tanto ele como o “par romântico” de Lucy no filme, assim como todos os outros personagens são descartáveis, deixando o roteiro meio “oco” devido a isso, a vantagem é o carisma de Scarlett e Freeman que deixam sempre o filme interessante.

- Lucy... quem é esse carinha ae do seu lado? Ele? é o meu namorado Sidekick que ninguém se importa... nem eu!

– Lucy… quem é esse carinha ae do seu lado?
Ele? é o meu namorado Sidekick que ninguém se importa… nem eu!

A Trilha sonora de Eric Serra deixa o longa com uma pegada bem dosada sempre maximizando o drama e a ação no momento certo!

O destaque mesmo fica com a evolução de Lucy com cada bloco de porcentagem cerebral, que aumenta no decorrer do filme onde o expectador fica mais instigado em saber onde a personagem irá chegar ou fazer! um verdadeiro deleite aos curiosos! e detalhe: Em quase nem um momento do filme é focado o sex appeal da atriz e sim sua interpretação e carisma! e esqueçam cenas de luta ala viuva negra, abram  suas mentes, literalmente!

Lucy (2014) é um filme de ação e ficção cientifica acima do padrão pois nos faz refletir por alguns segundos o que faríamos com todo esse conhecimento adquirido, seriamos previsíveis ou faríamos como Lucy? (Assistam ao filme e descubram!)

Nota 8,0 – e viva a diversão com cérebro e efeitos visuais! e tomae o trailer:

Lançamento – 28 de agosto de 2014 (129min)
Dirigido por – Luc Beson
Com – Scarlett Johansson,Morgan Freeman e Min-sik Choi.
Gênero – Ficção científica e Ação
Nacionalidade – França.

Boa diversão a todos e até o próximo Cabine crítica! valeu Cabineiros!

3 comentários sobre “Cabine Crítica : Lucy (2014)

  1. Marques Winchester

    Olha, ótima crítica e concordo com tudo que está ai, eu só queria que tivéssemos uma deixa para um segundo filme, que ampliasse mais o tema e fosse mais dramático de certa forma, digo não dramático ao extremo mas bem dosado com o Samuel falou.

    Séria interessante ver o que acontece depois disso (do final sem spoilers)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *